Fibromialgia: Dor nos dentes e na mandíbula

Escrito por betty dishman | Traduzido por raissa oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fibromialgia: Dor nos dentes e na mandíbula
Dores nos dentes e na mandíbula podem estar associadas à fibromialgia (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

As pessoas com fibromialgia têm dores pelo corpo inteiro. A dor muitas vezes chega aos seus dentes e mandíbula, levando esses pacientes a acreditarem que estão precisando de um preenchimento ou canal. Os pesquisadores concluíram, contudo, que tais dores não são sempre um sinal de problema dental e podem estar associadas à fibromialgia.

Outras pessoas estão lendo

Fibromialgia

A fibromialgia é uma síndrome, e não uma doença. Além da dor generalizada em músculos e tendões, os portadores podem ter distúrbios do sono, fadiga e dificuldade de concentração. Os pacientes, por vezes, têm comorbidades como a síndrome do intestino irritável, cistite intersticial, depressão, lúpus e artrite reumatoide. Ninguém sabe ao certo o que causa a fibromialgia, mas os pesquisadores acreditam que lesões, traumas ou vírus podem desempenhar um papel determinante.

A articulação ATM

A articulação temporomandibular (ATM) está localizada em ambos os lados da cabeça e, juntamente com a mandíbula inferior e seus músculos, torna possível o abrir e fechar da boca.

Distúrbios da ATM

Existem dois tipos de distúrbios da articulação temporomandibular (DATM), sendo que o primeiro pode ser causado por lesões na cartilagem ou ligamentos da articulação. Pacientes com esse tipo de distúrbio podem sofrer com estalos na articulação da mandíbula e com a incapacidade de abrir a boca. De acordo com a American Dental Association, os DATM podem resultar em artrite, ferimentos ou luxações. O segundo tipo de DATM é muscular e é mais provável que afete os portadores da fibromialgia. Nessa condição, os músculos usados ​​para mastigar e mover o rosto, pescoço e ombros são afetados. A falta de sono, o estresse e traumas musculares podem causar o DATM muscular.

Identificação

O reumatologista Mark Borigini, credenciado pela University of California-Irvine School of Medicine, afirma em um artigo da "Psychology Today" que médicos, dentistas e pacientes nem sempre discutem dores na face ou nos dentes por não acreditarem que elas possam estar associadas à fibromialgia. Devido ao fato de os DATM provocarem, por vezes, dores de cabeça, náuseas e tonturas, além de sintomas odontológicos, médicos e dentistas têm dificuldade para diagnosticá-los.

Dificuldades no tratamento

Cuidar adequadamente dos DATM pode ser difícil. Os planos de saúde muitas vezes relutam em pagar por procedimentos, devido à controvérsia sobre as causas do problema e possíveis tratamentos. Borigini afirma que também não há muita validação científica para os tratamentos dos DATM.

Opções para o paciente

Uma vez descartados o apodrecimento dos dentes e abscessos, os pacientes devem controlar seu estresse, diz Borigini. Massagens, assim como mudanças no estilo de vida ou medicamentos, podem ajudar a relaxar os músculos faciais e aliviar a dor e insônia causados pelos DATM. Pacientes com problemas de alinhamento dos dentes necessitam de intervenção odontológica. Médicos e dentistas podem também ter que negociarem juntos sobre os cuidados com pacientes e conversarem com as companhias de seguros sobre a necessidade de tratamentos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível