Por que meu filhote é agressivo com meu cão mais velho?

Escrito por tami parrington | Traduzido por ana carolina fernandes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que meu filhote é agressivo com meu cão mais velho?
Um filhote pode hostilizar e provocar um cão mais velho (Dogs Play Fighting image by Tourmalet06 from Fotolia.com)

A agressão canina pode ser um problema desconcertante para os novos donos do cão. Quando seu amável filhotinho de repente ataca um cão mais velho familiar ou um novo estranho e se transforma em uma versão minúscula do cão Cujo, os donos ficam perdidos. Filhotes, assim como crianças, passam por várias fases e, na maioria das vezes, essas reações vêm de uma falta de instrução e de socialização, em vez de problemas inerentes à personalidade.

Outras pessoas estão lendo

Controle dos pais

Assim como crianças pequenas, os filhotes precisam de suas mães para ensinar-lhes a diferença entre o certo e o errado. Filhotes brigam uns com os outros e aprendem a controlar a intensidade de suas mordidas. Já que eles são todos da mesma idade, tamanho e maturidade, eles não machucam uns aos outros e aprendem habilidades sociais importantes. Eles também aprendem que machucar a mãe, morder muito forte ou morder áreas sensíveis irá causar uma reação. A mãe usa a correção para que os filhotes aprendam os sinais que outros cães dão para mostrar um nível crescente de intolerância. No entanto, aqueles separados de seus irmãozinhos e mãe antes da idade de oito semanas não aprendem esses sinais e limites sociais.

Por que meu filhote é agressivo com meu cão mais velho?
Quando filhotes brincam, eles aprendem com os outros sobre os tipos de comportamento que são aceitáveis (Puppies kept in bad conditions image by siart from Fotolia.com)

Genética: a hereditariedade e a endogamia

A hereditariedade e a endogamia são fatores que podem afetar a agressão. Cachorros bem treinados, mesmo de raças dominantes como pastores alemães, rottweilers e dobermans, têm temperamentos estáveis ​​e reagem adequadamente a uma situação, desde que o seu ambiente seja saudável também. No entanto, a reprodução desenfreada de cães com algum grau de parentesco, ou independentemente da qualidade e da disposição, produz agressão instável em qualquer raça, desde poodles toy a dogues alemães.

Complexo de Napoleão

Outra razão pela qual filhotes apresentam um comportamento agressivo é quando o tamanho é uma questão. Muitos filhotes pequenos podem sentir a necessidade de se afirmar quando o outro cão, mais velho, é grande. A medida em que ele tem que começar a disputar por comida, espaço e áreas de lazer, o filhote às vezes compensa seu tamanho com um excesso de agressividade.

O medo

Ataques anteriores de cães mais velhos, porque deixaram o cachorro socializar sem supervisão, podem gerar medo e comportamento agressivo em relação a animais maiores. Um filhote pode sentir que tem que reagir ou então será atacado. Este pode ser o caso mesmo com cães que vivem juntos, se forem deixados sozinhos sem supervisão em casa. Até que estejam maduros e você tiver certeza de que eles vão se dar bem, nunca deixe um filhote de cachorro com um cão mais velho sozinho. Filhotes brincam muito, e isso pode agravar e fazer com que até um cão mais velho e dócil ataque-o. Em alguns casos, o mais velho pode ser inteligente o suficiente para esperar que o dono saia antes de ser violento. Isso poderá ser percebido quando você vir que seu filhotinho desenvolveu tendências agressivas inesperadamente.

Prevenção

Sempre compre um cachorro de um criador respeitável que irá fornecer com calma as informações sobre o passado e a composição genética do cão, e pode até lhe mostrar os pais do animal. Interaja com os pais para ter certeza de que eles têm um temperamento tranquilo. A melhor prevenção para um cachorro agressivo é ter certeza de que ele ficou com seus irmãozinhos e mãe por pelo menos oito semanas. Quando chegarem em casa, certifique-se que os cães não terão que brigar por recursos como comida, espaço para dormir ou atenção. Separe-os em suas respectivas áreas, quando a situação for de agressividade. Quando estiver com eles, faça-os socializarem entre si e com outros cães.

Parando o comportamento agressivo

Se a agressão já for um fator, nunca deixe o seu filhotinho ficar em uma área com um cão maior sem supervisão. Preste atenção nos sinais de que há limites sendo ultrapassados. Nunca brinque de cabo de guerra com seu filhote ou permita mordidas em qualquer brincadeira.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível