Mais
×

Fique livre da preguiça

Sim, o sofá é agradável, mas não tanto quanto entrar naqueles jeans apertados
Alen-D/iStock/Getty Images

Introdução

Já escutamos todo tipo de desculpas e, algumas delas, nós mesmos criamos: "ando muito ocupada"; "não tenho dinheiro para a academia"; "estou cansada de fazer esteira", entre tantas outras. Mas na verdade, todas elas são uma variação da boa e velha "hoje não". "Todo mundo tem uma justificativa", explica Rachel Cosgrove, autora de "The Female Body Breakthrough" e colunista da revista Women's Magazine. "Para mudar isso, procure uma motivação. Aquilo de que você precisa para se animar a treinar". Para obter os melhores resultados e deixar a preguiça de lado, crie um guia simples e realista para ficar mais ativa.

Ilya Andriyanov/iStock/Getty Images

Pegue uma calça jeans

"Pegue aquelas calças jeans que não fecham mais. As que toda mulher tem no guarda-roupa", sugere Rachel. Elas são um bom indicador de como você está, já que o peso não é a melhor maneira de medir seu progresso. Se estiver fazendo um treinamento de força, por exemplo, seu peso pode aumentar, porque está ganhando músculos. Entrar nos jeans que antes eram muito apertados é um caminho para você notar essa diferença. "Os resultados nem sempre são vistos no peso", explica Rachel.

fatchoi/iStock/Getty Images

Tenha uma meta

Em vez de ficar pensando como você quer estar, concentre-se em como vai consegui-lo. Rachel recomenda ter como objetivos "metas comportamentais" e não "metas a longo prazo". Com as metas a longo prazo, você tem em mente o que está tratando de conseguir, como a perda de uma certa quantidade de peso. Já uma meta comportamental é algo que você pode fazer já. Ninguém perde 5 kg da noite para o dia, mas pode se levantar e sair para uma caminhada.

be_low/iStock/Getty Images

Comece devagar

Não vá com muita sede ao pote. No lugar de se sobrecarregar de exercícios, encontre algo que seja prático e, acima de tudo, possível de se comprometer. Rachel sugere começar aos poucos, comprometendo-se em exercitar-se durante 30 minutos dois dias por semana. "Tenha consciência dessa conquista. Você vai se sentir um pouco melhor e, talvez, estabeleça uma meta um pouco mais difícil para a próxima semana", aconselha a escritora.

Comstock Images/Stockbyte/Getty Images

Fixe um calendário

Agende um tempo para você. Comece escrevendo a lápis "EXERCÍCIO" em sua agenda para poder antecipar e encaixar essa breve pausa na sua agenda apertada. Se está cansada de treinamentos, saiba que vai acabar em poucos minutos. Melhor ainda: trate essa situação como um momento "livre de distrações", um encontro com você mesma.

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Use o que tem em casa

Você não está pronta para ir à academia no momento? Sair do sofá é o primeiro passo. "Não é preciso muito para começar um programa de exercícios. Você pode iniciar imediatamente, trabalhando com seu peso corporal na sua sala de estar", explica Rachel. "Existem muitos exercícios que utilizam o peso do próprio corpo. Faça agachamentos, abdominais e flexões de braço. Eles são ótimos exercícios que podem ser feitos em casa", conta ela.

Dirima/iStock/Getty Images

Mude seu ambiente

Levante-se, mova-se e saia de casa. "Quando o sofá está por perto, é difícil sair dele ou não volta para ele imediatamente", conta Rachel. "Você precisa de mudanças." Enquanto a sala é um bom lugar para começar suas atividades físicas, você pode acabar se distraindo do seu objetivo. Assim, evite as distrações do lar e busque um lugar diferente.

Nastco/iStock/Getty Images

Encontre uma academia com sua cara

Se não gosta do ambiente da academia que frequenta, você não vai querer voltar mais lá. A academia não pode intimidá-la. Se os saradões grunhindo ao levantar pesos ou as gatinhas de top justinho fazem você se sentir desconfortável, é o momento de avaliar sua relação com a academia. Rachel sugere que busque uma exclusivamente feminina ou procure um lugar mais agradável onde se exercitar. Do mesmo modo, se a academia for muito longe, isso também não ajudará em nada.

Barry Austin/Digital Vision/Getty Images

Vá em grupo

Não vá sozinha. "Existem várias mulheres como você que não gostam de fazer exercício, mas fazem" conta Rachel. "Isso motiva, inspira e ajuda você a voltar no dia seguinte", explica. Fazer parte de um grupo motivará você. Estar entre mulheres que pensam e se sentem como você lhe dará ânimo para seguir em frente.

Michael Greenberg/Photodisc/Getty Images

Mude sua rotina

Mantenha sua rotina fresca. "É realmente um ciclo", explica Rachel. "Uma vez que você dá o primeiro passo, fazendo o primeiro exercício e comendo de maneira saudável no primeiro dia, fica mais fácil repeti-lo no dia seguinte", conta a escritora. Se você está cansada da rotina, faça a comida de um jeito diferente ou prove algo novo. Estabeleça uma nova meta e consiga um impulso novo para não correr o risco de cair fora do ciclo de exercícios.

Erik Reis/iStock/Getty Images

Não deixe de colocar metas

Lembre-se de por que você se levantou do sofá. Se você finalmente conseguiu entrar naqueles jeans, encontre um novo objetivo. "Pense no motivo pelo qual está fazendo isso", sugere Rachel. "Você deve buscar ter sempre uma forte motivação para seguir seu treinamento", orienta a escritora. Nos dias em que você prefere não ir à academia e ficar na cama, lembre-se dela. "Lembre-se de como se sente no final dos treinos, de como se sente satisfeita. Você nunca se arrepende de se exercitar", conta.