×
Loading ...

Folhas deformadas em um limoeiro-eureca anão

Folhas deformadas em limoeiro-eureca anão muitas vezes indicam um fungo ou praga. A doença pode ou não prejudicar o fruto da árvore, mas os agricultores muitas vezes querem tratá-la somente por razões estéticas. Muitos tipos de fungos desaparecem com óleos hortícolas ou outros tratamentos. Tanto predadores naturais quanto óleos hortícolas podem eliminar essas pragas.

As folhas deformadas em um limoeiro-eureca anão indicam doença (lemons and lemon tree image by jc from Fotolia.com)

Causas comuns para o surgimento de fungos

A falsa melanose é um tipo comum de fungo em árvore cítricas. De acordo com a Universidade da Flórida, a falsa melanose provoca bolhas nas folhas das árvores. Ela recebe popularmente o nome de "mancha de graxa" pelo aspecto oleoso das bolhas, como observado pela Universidade do Texas. Eventualmente, as folhas podem cair e diminuir a produção de limão. A doença surge principalmente durante a primavera e o verão. Se as folhas de um limoeiro começarem a cair, os jardineiros devem verificar as folhas e, em especial, a parte inferior delas.

A mancha de alternaria ou mancha marrom é um outro tipo de fungo que deforma as folhas dos limoeiros. As folhas apresentam manchas marrons, amareladas e, eventualmente, começam a morrer, de acordo com a Universidade da Flórida. O fungo ataca as folhas jovens e frutas, diminuindo a produção de limões.

Loading...

Pragas comuns

O minador dos citros é um tipo comum de pragas de plantas cítricas. Suas larvas se alimentam de folhas de árvores, fazendo com que elas se enrosquem e fiquem deformadas, de acordo com a Universidade da Flórida. Embora as pragas deformem algumas das folhas, elas não costumam prejudicar uma árvore o suficiente para afetar seriamente seu crescimento ou limitar sua produção de limão.

Causas menos comuns para deformidades

A verrugose, a fumagina e pulgões também podem causar folhas deformadas em um limoeiro-eureca anão. A verrugose causa o aparecimento de "verrugas" nas folhas. A fumagina cresce nos limoeiros, folhas e ramos. A Universidade do Texas a descreve como um revestimento de fuligem preto. Os pulgões, por sua vez, comem folhas do limoeiro, o que faz com que elas se enrolem e fiquem mais vulneráveis ​​a problemas com fungos. Todas essas doenças são desagradáveis e podem causar a redução da produção de limão.

Tratamentos fúngicos

A Associação Nacional de Jardinagem dos Estados Unidos recomenda óleo hortícola para controlar o fungo. Esse óleo traz menos riscos ambientais do que os fungicidas, e geralmente as lojas de jardinagem locais vendem o produto. A Universidade da Flórida recomenda o óleo para o tratamento contra a fumagina. Os fungicidas de cobre ajudam a combater as manchas marrons e a falsa melanose, também de acordo com a Universidade da Flórida. A Universidade do Arizona explica que a mancha marrom aparece menos em árvores com irrigação adequada, o que significa que é melhor regar a base da árvore em vez de somente pulverizá-la sobre as folhas. Em geral, evite a compra de árvores infectadas e remova os galhos prejudicados para prevenir que o fungo se espalhe.

Tratamentos contra as pragas

Os jardineiros devem considerar a introdução de um predador natural de pragas em limoeiros em vez da aplicação de inseticidas agressivos. As joaninhas comem os pulgões, de acordo com a Associação Nacional de Jardinagem americana. Os óleos hortícolas também sufocam pequenos insetos e repelem os pulgões. A Universidade da Flórida recomenda vespas parasitoides para ajudar a se livrar dos minadores.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...