×
Loading ...

Folhas mortas nos galhos mais baixos de pinheiros

Uma variedade de condições levam as agulhas (folhas) dos pinheiros à morte, principalmente aqueles com galhos mais baixos. Isso raramente mata a árvore, mas reduz expressamente sua saúde e vigor. De acordo com a Universidade do Estado de Dakota do Norte, na maioria dos casos esses problemas podem ser resolvidos cortando as galhas excedentes, fazendo uso de um fertilizante adequado na primavera e regando abundantemente durante os períodos de seca. A Extensão de Patologia Vegetal da Universidade de Carolina do Norte aponta o correto tipo de espécie de pinheiro para o local que será plantada. Por exemplo, o Pinheiro Branco é mais bem adaptado a regiões montanhosas.

Folhas de pinheiro verde saudáveis (Design Pics/Valueline/Getty Images)

Seca de ponteiro

Essa doença fúngica causa atrofiamento, agulhas marrons na ponta dos galhos de pinheiros. Afetando o tradicional crescimento durante a estação, acontece geralmente nos galhos mais baixos. Uma inspeção cuidadosa com uma lupa irá revelar pequenas manchas pretas – o corpo frutífero do fungo – na base das agulhas marrons. A condição pode progredir para o atrofiamento e deformar a árvore. Ramos afetados devem ser cortados e destruídos. Para prevenir que o esporo do fundo se espalhe, isso deve ser feito num tempo seco. Equipamentos de poda devem ser limpos com álcool após cada poda. Ramos, agulhas e pinhas caídas devem ser removidas e destruídas. Fungicidas como clorotalonil, tiofanato-metil ou propiconazol podem ser eficazes contra infecções graves.

Loading...

Envelhecimento causado por Cyclaneusma

Essa doença fúngica prevalece na primavera e começa com pequenas pintas verde-brilhantes, que clareia e mescla com o passar do tempo que deixa as agulhas de cor amarela brilhante. No final, a condição irá fazer com que as agulhas caiam.

Praga Dothisroma

Essa doença causada por fungos se torna aparente no final do verão, com o desenvolvimento de faixas verde escuras que gradualmente se tornam vermelho-amarronzado, dando à essa doença o nome comum de “doença da faixa vermelha”.

Praga da Mancha Marrom

Essa doença fúngica tende a afetar pinheiros de folhas longas e a variedade Preta Japonesa. Os pontos marrons alongam gradualmente, até se tornarem faixas que circulam e matam as agulhas.

Envelhecimento causado por Lophodermuim

Essa doença causada por fungos começa com pintas marrom-amareladas ou faixas nas agulhas, levando-as à morte, onde corpos de frutificação pretos ovais se desenvolvem.

Mofo de agulha de pinheiro

Essa doença pode tomar posse no início do outono, conforme as pústulas brancas do corpo de frutificação do fungo saem nas agulhas. Essa é uma condição desagradável, mas raramente causa danos severos. Pode ser controlada ao remover as ervas próximas – como solidago ou áster – que podem ser hospedeiro alternativo para a doença.

Combatendo doenças fúngicas

Doenças causadas por fungos tendem a ocorrer nas partes mais baixas do pinheiro e nas regiões voltadas para o norte. Essas condições podem ser contidas pela rega cuidadosa e assegurando uma boa circulação de ar em volta da árvore, através da retirada de plantas que se aglomeram em volta da árvore. Para infecções mais sérias, um spray fungicida pode ser usado. Quando comprar sementes de pinheiros, procure atentamente por sinal de infecção. Se estiver com dúvida, não compre.

Outras causas

Se todas as ponteiras de pinheiros dos tipos Escocês, Preto Japonês ou Australiano começarem a murchar pode ser um indicador de um dano sério causado por um verme microscópico, o Nematóide da madeira do pinheiro, Bursaphelenchus xylophilis. Onde for confirmado, as árvores afetadas devem ser rapidamente removidas e destruídas, já que a condição pode se espalhar rapidamente. O gás ozônio da atmosfera pode fazer com que as pontas novas das agulhas no Pinheiro Branco se tornem vermelho brilhante, mas causa poucos problemas à longo prazo. A agulha se tornar marrom ou cair pode também ser causada por longos períodos de frio, condições de seca, ou simplesmente pelo envelhecimento da árvore.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...