Fontes de dióxido de titânio

Escrito por shelly morgan | Traduzido por kelly isayama
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fontes de dióxido de titânio
Entender os ingredientes encontrados em produtos de cuidados pessoais ajuda a fazer escolhas melhores (Jack Hollingsworth/Photodisc/Getty Images)

O dióxido de titânio é usado em cosméticos, protetores solares, leites desnatados e tintas; ele é útil sempre que uma cor opaca branca é necessária. Esse mineral é aprovado pelo FDA para o uso tanto em alimentos como em cosméticos, sendo ele vindo de minerais encontrados em terras ao redor do mundo.

Outras pessoas estão lendo

Química do titânio

O dióxido de titânio também é conhecido como óxido de titânio IV e titânia. Com um peso molecular de 79,90, essa molécula é composta por um átomo de titânio e dois de oxigênio. Na tabela periódica, o titânio é um metal do grupo III; como outros compostos desse mesmo grupo, ele possui vários estados de valência, significando que números diferentes de elétrons externos estão disponíveis para se combinar com outros átomos.

Fontes minerais

Os minerais rútilo, anatase e brookite são todos compostos de dióxido de titânio. Embora quimicamente idênticos, cada um desses possui diferentes estruturas cristalinas, significando que suas formas geométricas são diferentes. O rútilo, a anatase e o brookite são amplamente encontrados na Sibéria, Serra Leoa, Suíça, África do Sul e nos Estados Unidos. O rútilo também é encontrado na Cratera Ries na Alemanha, uma cratera grande formada quando um meteorito atingiu a terra.

Produção comercial

O rútilo e a anatase são as fontes primárias de dióxido de titânio na produção comercial. O mineral é purificado quando convertido para tetracloreto de titânio, aquecendo-o até 1000 graus Celsius na presença de gás carbônico e gás cloro; o produto é então destilado e convertido de volta a dióxido de titânio.

Tecnologias Alternativas

O dióxido de titânio também pode ser extraído do mineral ilmenita. De acordo com o USGS, a Austrália foi o maior produtor mundial de minério de ilmenita em 2005 e 2006, seguida pela África do Sul, Canadá, China e Noruega. Os depósitos de ilmenita nos EUA são encontrados na Virgínia, Geórgia e Flórida. Produzir dióxido de titânio a partir da ilmenita requer a remoção de ferro e enxofre encontrados nesse mineral.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível