Mais
×

Formas e estilos de poemas

A poesia distingue-se de outros tipos de escrita pelo seu uso de recursos poéticos. As diversas formas de poesia utilizam esses artifícios de diferentes formas, seguindo conjuntos próprios de regras. Com exceção do verso livre, poemas são geralmente considerados bons ou ruins baseados na criatividade com a qual eles usam os artifícios poéticos.

Diferentes formas de poesia seguem conjuntos distintos de regras (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Poesia japonesa

O haiku, a famosa forma poética japonesa, consiste em três linhas; cada uma delas deve ter um número correto de sílabas. Esses poemas não precisam rimar necessariamente. Uma tanka, molde de cinco linhas que utiliza uma linguagem mais figurativa do que o haiku, possui estrutura similar. As linhas de uma tanka devem ter, em sequência, cinco, sete, cinco, sete e sete sílabas.

Acróstico

Poemas acrósticos são constituídos a partir das primeiras letras de linhas consecutivas que formam uma palavra na vertical. Essa palavra geralmente é o tema do poema. Os acrósticos também são conhecidos como poemas do alfabeto. Não é necessário rimar nesse tipo de forma poética. Em alguns dos acrósticos, a primeira linha também pode ser a palavra que está escrita verticalmente.

Cinquain

O cinquain é um poema com cinco linhas. Cada uma delas segue um dos dois conjuntos de regras. Todas as linhas devem ter um certo número e sílabas ou palavras. Caso as palavras sejam contadas, então a primeira linha deve ter uma palavra, a segunda terá duas palavras, a terceira contará com três, e a quarta e quinta com apenas uma palavra. Deve haver duas sílabas na primeira linha, seguida por linhas com quatro, seis, oito e duas sílabas na sequência. Não é necessário rimar em cinquains.

Diamonte/Diamante

Os poemas diamantes têm esse nome graças à semelhança que eles guardam com o formato desses cristais. Esses poemas contêm sete linhas e devem seguir fórmulas gramaticais para atenderem à forma de diamante. A primeira linha é geralmente o tema. A segunda utiliza dois adjetivos para descrever o tema. A terceira linha tem três verbos, enquanto a quarta contém quatro substantivos relacionados com o assunto. A quinta linha contém mais três verbos, a sexta outros dois adjetivos, e finalmente a sétima é um sinônimo para o tema do poema.

Verso livre

A poesia de verso livre geralmente não tem regras, dando espaço para a criatividade de cada poeta. Normalmente, esse tipo de poema é reconhecido por sua falta de estrutura e de rima. Eles podem usar recursos poéticos, mas ao contrário de outras formas de poesia, eles não são necessariamente obrigados a seguir essas regras. O poema de verso livre é ligeiramente controverso devido à sua falta de regras e de estrutura. Robert Frost o comparou a jogar tênis sem uma rede.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article