Qual o formato do estigma no hibisco?

Escrito por laura reynolds | Traduzido por elia regina previato
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual o formato do estigma no hibisco?
O estigma de um hibisco se estende muito além das pétalas da flor (Hemera Technologies/Photos.com/Getty Images)

A exuberante flor do hibisco tropical, se abrem em flores brilhantes, tão largas quanto um prato de buffet. Seu estigma se sobressai à flor como um convite à polinização. Embora a família do hibisco abranja mais que apenas sua magnífica descendência tropical, cada parte reprodutiva dos membros compartilha características comuns.

Outras pessoas estão lendo

O angiosperma

Todos os angiospermas se reproduzem sexualmente, o que significa que eles possuem partes femininas e masculinas. O hibisco é peculiar entre os angiospermas. Algumas flores separam as partes sexuais, colocando-as em flores separadas. O hibisco não somente tem ambos os elementos, macho e fêmea, na mesma flor, como também crescem num único estilete central acima do ovário da flor. Dezenas de pequenos filamentos contornam o estilete, sustentando o pólen amarelo nas anteras atarracadas. O estigma do hibisco, o órgão que recebe o pólen, se sobressai muito acima do estilete e das anteras. Ele não é unitário, mas é dividido em cinco orifícios separados.

Polinizadores

As angiospermas desenvolvem formas e cores que atraem certos insetos, aves ou animais que, no processo de resgatar uma substância açucarada chamada néctar do centro de cada flor, se chocarão contra as anteras e derrubarão o pólen no estigma. O estigma se sobressai muito acima da flor. Além facilitar o resgate do néctar para um de seus polinizadores primários — o beija flor, o comprimento do estilete e a proximidade das numerosas anteras e nódulos de estigmas separados, fazem a polinização pelo vento ou através do bater das asas.

Receptores

O estilete do hibisco, alinhado com os pequenos estames, se separa em cinco estiletes que suportam cada uma das seções arredondadas do estigma. Um estigma separado tem mais probabilidade de pegar um pouco de pólen quando um beija-flor se afasta ou a brisa sopra suavemente ao longo do chão da floresta tropical. Mesmo a resistente "Rosa de Sharon" possui um pistilo visível e uma estrutura de estame parecida com uma flor dentro de outra, em vez de simples órgãos sexuais.

Garantias

O pólen do hibisco possui seu maior potencial pela manhã, quando a umidade é mais alta e a temperatura tropical varia de 15 a 27 º C. A luz solar e o calor secam o pólen. Cada um dos cinco nódulos de estigmas arredondados é coberto com uma pequena pelagem que aumenta as possibilidades de cada nódulo capturar o pólen quando estiver presente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível