Fatos sobre fornos de indução elétrica

Escrito por tyler lacoma | Traduzido por contributing writer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Fatos sobre fornos de indução elétrica
O forno elétrico de indução é um tipo de forno de fusão que utiliza correntes elétricas para derreter o metal (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

O forno elétrico de indução é um tipo de forno de fusão que utiliza correntes elétricas para derreter o metal. Estas correntes são alternadas através de bobinas grandes em torno do cadinho que contém o metal, aquecendo-o e formando redemoinhos que derretem. O metal puro derretido afunda até o fundo, enquanto os contaminantes sobem à superfície, de onde eles são tirados. Os sistemas de água são utilizados para manter a resistência elétrica fria. O forno de indução é mais rápido e mais preciso em temperatura que um forno tradicional, e tem seu uso difundido na metalurgia.

Outras pessoas estão lendo

Fatos

Um forno de indução elétrica é usado pelos fabricantes para derreter metal. Ao contrário de métodos mais tradicionais, que envolvem o aquecimento do metal através de um meio externo como o fogo, o forno de indução derrete o metal com uma carga elétrica. Esse forno emite correntes elétricas alternadas através do metal, aquecendo-o rapidamente e criando o que chamamos de "correntes de Foucault", que dissolvem o metal para um estado mais líquido. Como a indução elétrica é mais precisa que as outras práticas de derretimento, ela pode ser usada para criar ligas específicas e derreter metais resistentes. O forno de indução é amplamente utilizado nas fábricas de todo o mundo.

Funções

Um forno de indução elétrica requer uma bobina elétrica para produzir a carga. Essa bobina de aquecimento é eventualmente substituída, e pode ser comprada separadamente do restante do forno. O cadinho onde o metal é colocado é feito de materiais mais fortes, que podem resistir ao calor necessário, e a bobina elétrica é resfriada por um sistema de água para que ela não superaqueça ou derreta. O forno de indução pode variar de tamanho, desde um pequeno forno utilizado para ligas muito precisas de cerca de apenas um quilo de peso a um forno muito maior feito para produzir metal limpo em massa para muitas aplicações diferentes.

Construção

Há muitos projetos diferentes para o forno de indução elétrica, mas todos eles focam em torno de uma ideia básica. A bobina elétrica é colocada ao redor ou dentro do cadinho, que contém o metal a ser derretido. Muitas vezes, esse cadinho é dividido em duas partes diferentes, e a parte menor contém o produto derretido em sua forma mais pura, o metal como os fabricantes o desejam, enquanto a parte maior é usada para remover a escória ou contaminantes que sobem à superfície. Para que a escória possa ser facilmente removida, muitas vezes são colocados eletrodos específicos na parte superior do cadinho para mantê-los em um estado semilíquido. Cadinhos também podem ser equipados com tampas fortes para diminuir a quantidade de ar que tem acesso ao metal derretendo até que ele se derrame, tornando o derretimento mais puro.

História

O forno de indução elétrica foi criado no início de 1900 por vários inventores diferentes que aproveitaram os experimentos uns dos outros para criar um modelo mais eficiente. Alguns dos primeiros fornos de indução tinham apenas uma bobina elétrica, embora estes acabaram sendo substituídos por duas bobinas, versão que poderia criar os redemoinhos elétricos necessários mais facilmente. As tampas foram removidas dos modelos para permitir a fácil remoção da escória. O cadinho foi todo montado em um mecanismo de inclinação que permite que a fusão seja derramada. Os sistemas de refrigeração de água também foram adicionados para refrigerar as bobinas.

Aplicações

O forno de indução é usado para derreter muitos tipos diferentes de metais, desde aço comum até as ligas mais exótica ou metais preciosos. Ferro, cobre e alumínio também são derretidos em fornos de indução. Como ele é rápido e fácil de controlar, este forno é usado por quase todas as plantas de produção quando produzem aço ou alumínio.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível