Como fortalecer suas pernas para Kickboxing

Escrito por ehow contributor | Traduzido por david pohl
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fortalecer suas pernas para Kickboxing
Use um saco de pancadas para fortalecer suas pernas (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

O kickboxing requer que você sofra golpes duros nas pernas. A maioria dos chutes é forte o bastante para provocar dor mas não causa lesões, tornando a força de suas pernas um fator chave para ser capaz de suportar golpes.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Treine sua força e resistência. Entre em uma academia e comece a fazer exercícios para a perna toda. Treine dos quadris para baixo, prestando atenção nos músculos dianteiros e posteriores, internos e externos das pernas. Preste atenção especial em seu quadríceps e tendões nos agachamentos e levantamentos. Também trabalhe as panturrilhas e músculos anteriores da tíbia para suportar chutes.

  2. 2

    Chute o saco de pancadas. Comece a usar técnicas de chute de kickboxing em sacos de pancada. Isso não apenas aprimorará sua técnica, mas também servirá muito bem como exercício de tonificação para todos os músculos da perna, especialmente os de sua canela. Se o saco estiver muito macio de chutar, comece a aplicar golpes na parte de baixo, que é significativamente mais dura.

  3. 3

    Pratique com uma pessoa. Fique descalço na posição de kickboxing com um parceiro de treino. Comece com chutes leves nas coxas dele. Trabalhe em séries de cinco a dez repetições e vá intensificando gradualmente os chutes. Troque as pernas após cada série e mude as partes atingidas.

  4. 4

    Acerte as pernas. Peça para seu parceiro colocar usar um aparador. Dê uma joelhada ou chute enquanto seu parceiro atinge sua perna com o aparador. Trabalhe com séries de muitas repetições (mais de 100) e troque as pernas. Se o aparador ficar macio para você, use uma superfície mais dura como um poste emborrachado ou PVC embalado em espuma. O importante é trabalhar as técnicas com frequência e intensidade.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível