on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Fotografia: como proteger suas fotos digitais na internet?

Hoje, com a democratização da fotografia digital, proteger o trabalho artístico pode ser uma tarefa desafiadora para qualquer fotógrafo. Antigamente, esse problema era mais simples de resolver, já que o autor detinha os negativos dos filmes e, dessa forma, mantinha mais controle sobre o destino do próprio trabalho. A Lei dos Direitos Autorais brasileira exime a obrigação de registro da obra. Assim, cabe ao autor criar formas de proteger o trabalho, sobretudo em fotos de divulgação ou postadas nas redes sociais. Confira as principais dicas para proteger seu trabalho fotográfico na internet.

Instruções

A Lei dos Direitos Autorais brasileira exime a obrigação de registro da obra (HugoGmez/iStock/Getty Images)
  1. Uma medida interessante para proteger suas fotos é fotografar em modo RAW, uma espécie de negativo digital das fotos. Trata-se de um formato de arquivo sem compressão que chega a pesar cerca de 30 MB por foto. A vantagem é que o arquivo RAW indica a origem da foto. Em uma disputa de autoria, o fotógrafo que apresentar o arquivo original (RAW) é considerado o possuidor da imagem.

    Loading...
  2. A medida mais utilizada para proteger o trabalho fotográfico ainda é a marca d'água, uma indicação anexada à imagem que traz informações como nome e site do fotógrafo possuidor da foto. Em alguns casos, a marca d'água prejudica a fotografia por ser muito chamativa ou por estar localizada bem no centro da foto. Para não prejudicar a imagem, opte por uma marca d'água mais discreta, preferencialmente localizada em algum dos cantos da foto. Softwares de edição de fotografia já trazem a opção da marca d'água no menu principal.

  3. Outra medida que fotógrafos amadores ou profissionais podem tomar é registrar a obra na Biblioteca Nacional. De acordo com a legislação brasileira, o registro não é obrigatório. Ainda assim, trata-se de uma forma de proteção extremamente eficaz no caso de acusações de plágio ou em disputas judiciais. Para registrar a foto, procure um posto da Biblioteca Nacional mais próxima de sua residência.

  4. No caso do Facebook, há modos em que é possível controlar a privacidade de suas publicações. Na hora de postar uma imagem ou texto, você pode selecionar de que forma deseja publicar: para amigos, apenas para conhecidos ou para determinado grupo de pessoas. É possível, inclusive, publicar conteúdo que só você terá acesso.

  5. Já na rede social Instagram, que funciona como uma plataforma social de fotos digitais, basta ativar a aba "privado" na hora de publicar uma foto. Dessa forma, apenas seus amigos poderão visualizar sua imagem.

Loading...

Dicas

  • No caso de imagens que você deseja manter privacidade, a melhor opção é não divulgá-las na internet.

Aviso

  • Ainda com a marca d'água, é possível fazer cópias indevidas da foto. Programas de edição são capazes de removê-la. Em uma disputa jurídica, no entanto, a retirada da marca d'água comprova a má fé de quem se apropriou indevidamente da foto.

O que você precisa

  • Tirar fotos em formato RAW
  • Criar marca d'água sobre a imagem
  • Software de edição de fotos
  • Verificar opções de publicação em redes sociais

Referências

Loading ...
Loading ...