Por que a frequência cardíaca aumenta durante exercícios?

Escrito por ts jordan | Traduzido por wladimir d. uszacki
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que a frequência cardíaca aumenta durante exercícios?
O coração é um músculo poderoso que bombeia nutrientes e oxigênio pelo seu corpo (Adam Gault/Digital Vision/Getty Images)

Seu corpo é uma máquina incrivelmente eficiente que constantemente adapta seu rendimento de acordo com o ambiente. Deixar seu corpo sob estresse, tanto psicológico quanto físico, causará um aumento na entrega de nutrientes e preparação geral, pois ele se prepara para lutar por sua vida. Um de seus subsistemas principais mais afetados é a frequência cardíaca, e um dos maiores estímulos que a afetam é o exercício.

Outras pessoas estão lendo

Frequência cardíaca

Generalizando, sua frequência cardíaca é o número de vezes que seu coração bate por minuto para bombear o sangue pelo corpo. O coração é um músculo, assim como o bíceps -- ele pode ser treinado e condicionado a ficar mais forte ou pode ficar mais fraco e atrofiar. Exercícios frequentes são uma das melhores maneiras de promover a saúde do coração, pois forçam-no a trabalhar mais do que o normal.

Exercício e frequência cardíaca

Quando estimulado por um treinamento ou até mesmo pelo pensamento de um, sua frequência cardíaca subirá naturalmente. Essa é a maneira do corpo se preparar para uma situação estressante, em que sua sobrevivência poderá ser testada. O corpo não sabe diferenciar entre correr em uma pista e correr de um leão faminto -- ambas as situações necessitam igualmente de um rápido aumento da frequência cardíaca para se preparar para sua "prova de sobrevivência".

Aumento na entrega de nutrientes

A razão pela qual seu coração precisa bater mais rápido, aumentando as necessidades físicas do seu corpo, tem a ver com o conceito de suficiência. Geralmente, o corpo só quer fazer o mínimo possível de trabalho para completar uma tarefa. Quando estiver sentado, assistindo a televisão, seus órgãos e tecidos não precisarão de muito oxigênio para funcionar. Portanto, o coração baterá mais devagar, conservando sua força. Entretanto, ao se exercitar, o corpo precisará de muito mais oxigênio para se manter movendo rápido -- fazendo seu coração acelerar para atender às demandas.

Exercícios regulares e frequência cardíaca

Se sempre usasse um monitor cardíaco quando se exercitasse, você notaria que, ao longo do tempo, sua frequência média durante o exercício diminui. Isso se deve ao princípio SAID, adaptação específica às exigências impostas. Sendo eficiente (e preguiçoso), o corpo buscará constantemente pelo jeito mais fácil de fazer qualquer tarefa. Se você "ensinar" seu corpo que ele precisará aumentar constantemente o fluxo de sangue devido a exercícios frequentes, ele eventualmente se tornará mais eficiente para completar a tarefa de bombear mais sangue com menos batidas.

Aumento térmico

Finalmente, a frequência cardíaca aumenta durante exercício porque a temperatura média do corpo também aumenta. Quando a temperatura corporal aumenta, a frequência cardíaca aumentará de maneira correspondente. Da mesma forma que a frequência cardíaca aumenta por uma maior demanda de oxigênio, esse efeito também será compensado ao longo do tempo, conforme seu corpo se acostumar a trabalhar em uma temperatura mais quente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível