×
Loading ...

Como funciona uma caixa de transmissão planetária

Atualizado em 22 março, 2017

As caixas de transmissão planetárias são compostas por três partes principais. A engrenagem anelar é a mais exposta da caixa de transmissão. A engrenagem solar é a parte central do sistema e é rodeadas pelas engrenagens planetárias. Essas engrenagens são capazes de funcionar em um mesmo eixo, ao invés de múltiplos. Isso torna o cálculo da relação de transmissão mais simples pois somente é necessário contar os dentes uma seção específica, ao contrário de outras transmissões em que é necessário a contagem de várias unidades de câmbio. É muito importante notar se a caixa de transmissão está sendo forçada na medida certa, dependo da reação do carro ou qualquer outro mecanismo, pois isso afetará o cálculo da relação.

Instruções

Calcule uma relação de câmbio correta (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)
  1. Conte o número de dentes na engrenagem solar e anelar se a caixa de transmissão planetária estiver programada para forçar o motor. Some os dois números.

    Loading...
  2. Divida o número resultante pelo número de dentes da engrenagem guia para um câmbio forçando um motor. O total é a relação da caixa de transmissão para aquela regulagem.

  3. Divida o número de dentes na engrenagem guia pela soma dos dentes na engrenagem solar e anelar em uma caixa de transmissão planetária para deixá-la mais solta em relação ao motor. O número resultante é a relação de transmissão para essa configuração.

  4. Conte o número de dentes na engrenagem acionada e número de dentes na engrenagem guia se a caixa está configurada para para ficar firma em um sistema desligado.

  5. Divida o número de dentes da engrenagem acionada pelo da engrenagem guia para obter a relação de transmissão para essa configuração.

Loading...

O que você precisa

  • Calculadora

Referências

Loading ...
Loading ...