Como funciona uma coluna de direção colapsível

Escrito por kevin freeman | Traduzido por daniel tamayo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como funciona uma coluna de direção colapsível
Como funciona a coluna de direção colapsível? (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

O que é uma coluna de direção colapsível?

Uma coluna de direção colapsível é um mecanismo utilizado para transferir energia do volante para a caixa do eixo de direção, que transfere energia para girar as rodas do veículo. Apesar do projetos das colunas variarem desde sua invenção, uma coluna colapsível típica parece com dois eixos interconectados que se ligam diretamente ao volante e à caixa de direção. A coluna é o eixo diretamente abaixo do voltante, onde geralmente estão a ignição e o câmbio de marchas automático.

Por que as colunas colapsíveis são necessárias?

Quando foram inventadas, as colunas de direção consistiam em um único, longo eixo de aço que conectava o volante à caixa. Apesar desse eixo único ser eficiente, e efetivamente controlar o veículo, rapidamente ficou aparente que seu projeto não era seguro em colisões frontais. Em uma peça única, quando acontece esse tipo de acidente, a coluna de direção pode empalar o motorista no momento em que é atirada para a traseira do veículo.

Essa insegurança do eixo único levou a um projeto de coluna mais seguro, e por isso Bela Barenyi inventou a coluna colapsível para substituí-lo. A construção segura intrínseca à coluna, não importa o tipo de projeto que é usado, absorve ao invés de transferir o impacto frontal, ao colapsar ou quebrar no impacto. Dessa forma, os motoristas envolvidos em colisões frontais podem evitar o perigo das partes não colapsíveis da direção.

Como uma coluna de direção colapsível funciona?

As colunas colapsíveis consistem de um longo eixo que conecta o volante à caixa de direção. Porém, o projeto colapsível é composto de uma parte interna e outra externa, pressionadas bem juntas, com uma certa quantidade de rolamentos de aço entre elas. Esses rolamentos são pressionados nas partes de aço e são mantidos no lugar por uma forte resina, que é projetada para endurecer e então quebrar depois de um nível específico de pressão aplicada.

No evento de um impacto frontal, os rolamentos entre as partes ficam livres, permitindo que a parte de dentro mova-se, como em um telescópio, antes que a pressão seja suficiente para fazer a coluna ser atirada contra o motorista. Dessa forma, a energia recebida pelo impacto frontal é completamente absorvida pelas partes colapsíveis da coluna, permitindo que os motoristas modernos continuem alheios ao perigo que evitaram.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível