Como funciona uma gaiola de caranguejo?

Escrito por april sanders | Traduzido por vivian rocha
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como funciona uma gaiola de caranguejo?
Exemplo desse tipo de gaiola (http://www.dnr.state.md.us)

Outras pessoas estão lendo

Capturando caranguejos

Existem vários tipos de gaiolas e armadilhas para caranguejos, e todas elas agem praticamente da mesma forma para capturá-los. Uma isca é colocada no fundo, normalmente em uma bolsa, que é então presa para não flutuar para longe. A gaiola, que fica presa por uma corda, é jogada no mar. Quando ela chega no fundo do mar, os lados dela caem na areia, deixando a isca à vista. Ela atrai os caranguejos, que ficam circulando por perto para compartilhá-la. Quando a gaiola é puxada para cima, a força nas cordas faz com que os lados dela subam, prendendo os caranguejos lá dentro. Os melhores e mais caros tipos de gaiola, no entanto, tem lados que não abrem, mas são projetados para permitir que o caranguejo entre para comer a isca, e depois não consiga mais sair.

Usando sua gaiola

Armadilhas de caranguejo podem ser usadas em cais de pesca. Entretanto, certifique-se de proteger a linha da armadilha com um corrimão ou outra parte do cais ou doca. Não prenda a armadilha em nenhuma parte do seu corpo, elas também podem ser presas a barcos. Estas armadilhas têm uma boia presa no topo, para que você possa encontrá-la mais facilmente. A maioria das pessoas colocam suas armadilhas no início da manhã e vão buscá-las no início da noite, mas você pode puxá-la de volta em dez minutos e já terá conseguido alguns caranguejos.

Tipos de gaiolas de caranguejo

Existem três tipos básicos de gaiolas ou armadilhas: Redes de anel, Pirâmide ou estrela e potes de caranguejo.

Redes de anel são baratas, mas como na maioria dos casos, você recebe o que você paga. Neste caso, você está pagando por dois anéis, o de cima um pouco maior do que o inferior, ligados por uma rede de malha, que se coloca no fundo do mar. Quando a armadilha é puxada para cima, o anel superior é puxado primeiro, esticando a armadilha e prendendo os caranguejos. Elas tendem a rasgar facilmente, se presas à rochas, conchas e outros itens enquanto estiverem sendo puxadas para a superfície.

A pirâmide ou estrela é feita de fios de metal. Ela funciona da mesma forma que a rede de anel, a única exceção é que a corda está ligada às pontas dos quatro lados triangulares que devem ficar no fundo do mar. Quando puxado para cima, esses lados triangulares se reúnem formando uma pirâmide, prendendo o caranguejo dentro. Essas gaiolas, emboras baratas, não costumam ser muito utilizadas devido à possibilidade de aterrissarem com um dos lados presos por baixo, inviabilizando a captura.

Potes de caranguejo são muito eficientes, e vêm em diversas formas, tamanhos e preços. Estas armadilhas têm duas áreas internas. A área inferior tem duas (ou mais) entradas na forma de funis que permitem a entrada no caranguejo, mas não a saída. No meio desta área está a caixa com a isca, que é cercado por arames para que o caranguejo não consiga comê-la. O caranguejo cheira a isca, entra, e está preso. Ele tenta escapar nadando para a única saída, que é uma outra abertura que leva à área superior. Novamente, ele pode entrar, mas não pode sair.

A maioria desses potes são feitos com arame revestido de PVC. Alguns até vêm com espaços dedicados à isca, e muitos são projetados com aberturas no arame grandes o suficiente para permitir que pequenas criaturas e caranguejos menores escapem, deixando apenas os grandes. Alguns também são dobráveis ​​para facilitar o armazenamento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível