Como funciona o GPA nos Estados Unidos

Escrito por gregory hamel | Traduzido por vitor pacheco leepkaln
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como funciona o GPA nos Estados Unidos
Saiba como funciona o GPA, o sistema de notas dos EUA (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

O que é GPA?

Nos Estados Unidos, o GPA é a pontuação média de todas as notas conquistadas durante as aulas em determinada escola. O propósito do GPA é fornecer uma medida do desempenho geral de um aluno em suas aulas, além de criar um sistema que permite comparar os alunos, formando um ranking das turmas. Em um sistema de ranking, os alunos são ordenados e dados um número, baseado em seu GPA, começando com 1 para o aluno com a maior nota.

Calculando o GPA

Já que nos Estados Unidos as notas são dadas em um sistema de letras, que vão de A+ para quase perfeito até F, cada nota deve ser convertida em um número para criar uma média precisa. É dado um valor para cada letra, que são então somados e divididos pelo total de aulas, calculando assim o GPA. Geralmente, A = 4, B = 3, C = 2 e D = 1. Um F equivale a zero, e os mais e menos de cada letra são calculados como frações dos números inteiros. Por exemplo, um B+ é considerado 3,33 e um A- é 3,67. O sistema de cada escola varia um pouco – algumas permitem que o A+ equivalha a 4,33, enquanto outras podem não incluir essas variações. Na maioria dos casos, o 4,0 é considerado a média perfeita, especialmente na faculdade, onde os As são raros.

A importância do GPA

Já que a letra, referente à nota, é o indicador final do desempenho em uma turma, e o GPA é a medida cumulativa dessas notas, uma grande importância é dada ao GPA ao longo da educação. Faculdades e universidades recebem milhares de inscrições, então eles costumam usar o GPA como uma forma objetiva de diminuir o número de candidatos, deixando apenas aqueles que são, na média, melhores alunos e mais aptos a ter sucesso. O único valor numérico que pode ser mais importante na aceitação das faculdades são os resultados das provas padronizadas. Um resultado alto costuma permitir que alunos com GPAs baixos para uma determinada faculdade sejam aceitos. Cada escola e programa de graduação é diferente quando o assunto é expectativas e requerimentos. Para muitos, um ótimo GPA pode quase garantir a admissão. Por outro lado, um futuro aluno de direito com uma altíssima nota na prova padronizada e um GPA ruim tem mais chances de entrar em uma boa escola do que um aluno com um GPA alto e uma prova ruim.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível