Como funciona uma turbina a vapor?

Escrito por edwin thomas | Traduzido por maria cristina marques
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A turbina a vapor é um dispositivo que converte energia térmica na forma de vapor capturado e pressurizado em energia mecânica. O primeiro exemplo histórico foi a famosa turbina a vapor de Heron de Alexandria. Essa invenção foi um pouco mais do que uma panela e um bico em um espeto giratório. Quando levada ao fogo, a água na panela fervia e criava vapor, que escapava pelo bico. O impulso gerado pela saída do vapor fazia a panela girar no espeto.

Outras pessoas estão lendo

Geração de eletricidade

Atualmente, o uso principal das turbinas de vapor é a geração de eletricidade. Turbinas utilizadas para esse fim possuem pás de ventilador montadas em um rotor. O vapor, ao subir, faz as pás girarem, assim como o rotor. Este movimento de rotação é então transferido diretamente para que possa fazer um gerador funcionar. É assim que a energia términa do vapor se transforma em energia mecânica, e então em eletricidade. Todas as usinas térmicas -- de gás natural, petróleo, carvão, nucleares e geotérmicas -- operam com base nesse princípio.

Propulsão de navios

Outro uso importante das turbinas a vapor está na propulsão de navios. O movimento de rotação da turbina é utilizado para fazer o eixo de uma hélice girar. Esse sistema ainda é utilizado em uma grande variedade de navios oceânicos nos dias de hoje.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível