Como funcionam os fogões a gás?

Escrito por phillip ginn | Traduzido por beatriz palma
Como funcionam os fogões a gás?
Entenda como a chama de um fogão a gás é produzida (Jupiterimages/Stockbyte/Getty Images)

Gás

Os fogões a gás funcionam a partir de gás natural ou gás propano. Este gás flui da válvula principal até um cano bifurcado, que apresenta uma válvula de queima para cada boca do fogão. Essas válvulas de queima regulam a quantidade de gás que deve chegar a cada boca com um botão de controle, que fica do lado de fora do aparelho. Quanto mais gás permite-se chegar a uma boca, maior será a chama e o calor transferido, enquanto que menos gás resulta em uma chama menor e menos calor.

Ignição

Um tubo estreito e curto (que, segundo a AP Wagner Appliances, é chamado de tubo "venturi") é colocado entre a válvula de queima e o queimador para misturar o gás com o ar, já que o oxigênio é necessário para dar início à combustão. Essa mistura é inflamada com uma luz piloto, uma faísca ou um cristal piezoelétrico.

A luz piloto é uma pequena chama que queima constantemente abaixo do centro do topo do fogão. Através de um tubo, a mistura de gás e ar chega até a luz piloto e pega fogo. As chamas, então, saem do tubo para a boca do fogão. Em alguns modelos, a luz piloto fica sempre acesa esperando para que o botão de controle seja ligado, liberando o gás. Em outros, há um sistema de ignição por faísca, que acende a luz piloto antes que uma válvula de segurança libere gás para a boca do fogão.

Para fogões com ignição elétrica, um transformador e uma vela de ignição fazem com que a mistura de gás e ar comece a queimar na própria boca do fogão.

Os cristais piezoelétricos também podem ser utilizados para dar ignição, apesar de serem menos comuns. Eles são cristais que geram energia elétrica quando submetidos à pressão mecânica. O cristal é preso ao botão de controle com um pequeno pino. Quando o botão é ligado, o pino é forçado contra o cristal, criando pressão mecânica. Isso gera corrente elétrica suficiente para criar uma faísca na boca do fogão, queimando a mistura de gás e ar.

Segurança

Ao usar um fogão a gás, é importante tomar certas precauções, já que a exposição ao gás pode ser tóxica. Caso seja possível sentir cheiro de gás, pode haver um vazamento. Neste caso, não use no ambiente nada que possa criar faísca, como palitos de fósforos, interruptores de luz ou qualquer outra coisa que seja ativada com eletricidade. O melhor a fazer, caso haja suspeita de vazamento, é sair da casa e ligar para a companhia de gás.

Instale um exaustor para ajudar a levar todo o gás queimado no fogão para fora da casa. O site ManageMyHome.com explica que o gás natural, se não for completamente queimado, pode criar monóxido de carbono. Portanto, também é inteligente instalar um sensor desse gás na sua cozinha. Caso haja suspeitas de que o fogão não está queimando o gás completamente, chame um técnico.