Como funcionam os relés de 12 volts

Escrito por dan keen | Traduzido por rodrigo avellar
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como funcionam os relés de 12 volts
Funcionamento dos relés de 12 volts (12 volt relais, relay image by Sascha Zlatkov from Fotolia.com)

Outras pessoas estão lendo

Os relés isolam um circuito de outro

Um relé é um comutador operado eletricamente que isola um circuito elétrico de outro. Na sua forma mais simples, um relé consiste em uma bobina usada como eletroímã para abrir e fechar contatos de comutação. Como os dois circuitos estão isolados, um de menor tensão pode ser usado para disparar um relé, que controlará outro que exija uma tensão ou amperagem maior. Um relé de 12 volts exige corrente contínua (CC) de 12 volts para energizar a bobina. Os relés podem ser encontrados nos primeiros equipamentos de comutação telefônica, em circuitos de controle industrial, como um solenoide de arranque em automóveis, em bombas d'água, em amplificadores de áudio de alta potência e como dispositivos de proteção.

Um relé é um comutador eletromagnético

A energia é aplicada à bobina de um relé em uma tensão específica a fim de "energizá-lo". Mostrados como pontos A e B no diagrama esquemático, quando a CC de 12 volts é aplicada através dos terminais, os contatos de comutação associados mudam de estado.

Os contatos de comutação podem ser abertos ou fechados

Os contatos de comutação em um relé podem estar em um de dois estados, abertos (NA) ou fechados (NF). Quando a bobina está em repouso e não energizada (não há corrente fluindo através dela), os contatos de comutação recebem a designação NA ou NF. Em um circuito aberto, nenhuma corrente flui, como um interruptor de parede residencial na posição em que a luz está apagada. Em um circuito fechado, os contatos de comutação metálicos se tocam para completar um circuito e a corrente flui, como ocorre ao acender a luz. No diagrama esquemático anexo, os pontos C e D se conectam ao comutador. Quando uma tensão é aplicada através da bobina nos pontos A e B, um campo eletromagnético é criado, que atrai um alavanca no comutador, fazendo com que o contato seja feito ou interrompido no circuito nos pontos C e D (dependendo de o design ser NA ou NF). Os contatos de comutação permanecem nesse estado até a tensão da bobina ser removida.

Relés possuem diferentes configurações de comutação

Relés possuem diferentes configurações de comutação. Os comutadores podem ter mais de um polo ou contato de comutação. O diagrama mostra uma configuração de polo e curso simples, conhecida como SPST. É similar a um interruptor de parede residencial. Com um único curso do comutador, o circuito é fechado. Outras configurações comuns incluem o polo duplo e curso simples e o polo duplo e curso duplo. Relés são especialmente valiosos em circuitos onde uma pequena tensão é capaz de controlar o estado ligado/desligado de um circuito separado que use alta tensão ou alta amperagem.

Por exemplo, uma fornalha em um porão doméstico pode exigir 220 volts para alimentá-la. Um interruptor pode estar localizado no piso superior, mas não exige que uma linha de 220 volts para fazê-lo funcionar. Um simples fio de baixa tensão pode conectar o interruptor a um relé localizado na fornalha. O relé pode ser ativado com uma fonte de tensão tão baixa quanto 12 volts. O interruptor no piso superior pode ligar o relé no piso inferior. Os contatos de comutação do relé ligarão ou desligarão o circuito de alta tensão de 220 volts.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível