Como funcionam os sensores do limpador de chuva?

Escrito por caitlin davis | Traduzido por cezar rosa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como funcionam os sensores do limpador de chuva?
Limpador de para-brisa (Comstock/Comstock/Getty Images)

O sensor do limpador de para-brisa proporciona facilidade e comodidade para o motorista, principalmente durante um tempo inconsistente. Eles detectam automaticamente qualquer tipo de precipitação e ajustam sua velocidade adequadamente.

Outras pessoas estão lendo

Fatos

Um sensor posicionado na parte interna ou externa do para-brisa projeta luz infravermelha, que é invisível ao olho humano. A quantidade de luz refletida do para-brisa é lida pelo sensor. Quanto mais precipitação houver no ambiente — seja ela chuva, neve, granizo ou até mesmo poeira —, menos luz chega ao sensor. Quando isso acontece, os limpadores se ​​movem mais rápido.

Equívocos

Para a segurança do motorista e do sistema de limpeza automático, o sensor do limpador deve ser ativado toda vez que o carro está ligado. Isso evita que os limpadores liguem quando o para-brisa está congelado, o que poderia quebrá-los. Uma vez ativado, o motorista não tem que se preocupar com os limpadores, pois eles vão iniciar quando a precipitação se acumular no para-brisa.

Benefícios

Os sensores permitem que o motorista ative os limpadores apenas uma vez. Ele não tem que ajustar as configurações de velocidade do aparelho ou ligá-lo e desligá-lo quando o tempo estiver instável. Isso é vantajoso principalmente durante a condução através diferentes tipos de trânsito, não necessitando que o condutor tenha de mudar continuamente a velocidade do limpador de para-brisa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível