Meu gato recém-adotado não quer comer

Escrito por susan paretts Google | Traduzido por rodrigo castilhos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Meu gato recém-adotado não quer comer
Outros animais de estimação podem importunar o seu gato, fazendo com que ele não coma (David De Lossy/Photodisc/Getty Images)

Ao adotar um gato e trazê-lo para dentro da sua casa, a mudança de ambiente e de rotina pode ser uma experiência estressante para o animal. Um gato sob estresse pode tornar-se letárgico e recusar-se a comer. Faça com que ele se sinta mais à vontade, tomando medidas para reduzir seu estresse e persuadi-lo a comer, a fim de evitar problemas de saúdes graves.

Outras pessoas estão lendo

Como reduzir o estresse do novo gato

Todo o processo de transportar o novo gato até sua casa, como andar de carro, novos cheiros e mudanças de ambiente, podem deixá-lo abalado. Reduza seu estresse deixando-o numa sala silenciosa, longe de outros animais de estimação, com uma caixa de areia e pratos com comida e água. Proveja um lugar confortável para o seu gato dormir, como uma cama especial ou um cobertor macio. Se possível, pergunte ao abrigo onde o gato foi adotado se há um pano ou cobertor onde ele dormia ou se aninhava. Coloque esse item na sala para que ele se sinta mais à vontade.

Causas médicas

Um gato que sofre de alguma doença pode vomitar, ter diarreia, espirrar ou parecer letárgico. A maioria dos gatos de abrigos sofrem do vírus da herpes, uma doença que causa entupimento da narina, ocasionando a perda de apetite, segundo a fundação Seattle Himalayan and Persian Rescue. Se o gato não sentir o cheiro da comida, ele não a comerá, diz o sítio eletrônico Vetinfo. Doenças dentárias podem provocar a perda de apetite devido à dor que o animal sente ao comer. Outras causas médicas da perda de apetite incluem doença renal, infecções, hepatite, pancreatite, câncer, problemas cardíacos e parasitas intestinais. A reação a uma vacinação recente também pode causar perda de apetite temporária, segundo o sítio Web MD.

Mudanças na dieta

Se você começar a alimentar o animal com uma comida que ele nunca comeu antes, ele pode recusá-la. Descubra com o pessoal do abrigo ou antigo dono o tipo e a marca da comida com que costumavam alimentar o gato; continue a alimentá-lo com essa mesma comida nos primeiros dias na nova casa. O seu gato precisa de uma dieta principal rica em proteínas, juntamente com taurina para manter-se saudável, segundo a American Society for the Prevention of Cruelty to Animals. Para alterar sua dieta, comece adicionando porções da nova comida pouco a pouco num período de uma a duas semanas.

Soluções

Leve o seu novo gato a um veterinário para um exame a fim de certificar-se de que ele não sofre de nenhuma doença que cause a perda de apetite. Um gato que não come por 24 horas precisa de cuidados médicos para prevenir a lipidose hepática, um problema que provoca um acúmulo de células lipídicas no fígado do animal, de acordo com o sítio da Vetinfo. Insite-o a comer colocando um pouco de petiscos para gato sobre sua comida, como caldo de atum ou pedacinhos de frango cozido. Conecte um difusor de feromônio sintético para gatos em sua sala para acalmá-lo e reduzir seu estresse.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível