Como a gravidez afeta a escoliose

Escrito por janey lewis | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como a gravidez afeta a escoliose
A gravidez pode afetar a escoliose (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)

Mulheres que possuem escoliose, uma deformidade que faz com que a coluna se curve para o lado, muitas vezes se preocupam com o fato de que a gravidez torne a curvatura ainda pior e aumente a dor nas costas.

Outras pessoas estão lendo

Considerações de peso

Os médicos dizem que pesquisas declaram que a gravidez e o parto são praticamente iguais em mulheres com escoliose leve ou moderada e as que não sofrem com essa condição. O peso extra não aumenta a curvatura da coluna desde que ela não esteja mais progredindo. Na maioria das pacientes, a curva se estabiliza aos 25 anos.

Escoliose grave

Mulheres com escoliose grave devem consultar seus médicos antes de engravidar. Durante os últimos estágios da gravidez, elas podem apresentar alguns problemas respiratórios. Isso acontece porque o útero empurra o diafragma para cima e diminui sua capacidade. A dor nas costas pode ser significante.

Dor nas costas

Em mulheres com escoliose leve ou moderada, a dor nas costas pode ser uma complicação. No entanto, os médicos dizem que quase todas as grávidas apresentam certa dor nas costas durante a gravidez. Ainda não se sabe se a culpa é da escoliose ou da gravidez.

Efeito na epidural

Pode ser difícil aplicar a anestesia epidural, que é injetada na coluna, em uma mulher com escoliose, principalmente se ela tiver passado por uma fusão espinhal. É essencial que grávidas com escoliose discutam as opções de administração da dor com seus médicos antes de entrar em trabalho de parto.

Cirurgia

Os médicos recomendam que as mulheres que realizaram uma cirurgia para correção da escoliose esperem ao menos seis meses após o procedimento para engravidarem. Esse é o tempo de recuperação recomendado para a coluna.

Cesariana ou parto normal

No passado, os obstetras geralmente indicavam que mulheres com escoliose realizassem uma cesárea. Atualmente, mais e mais mulheres com a condição estão descobrindo que o parto normal é possível sem complicações incomuns.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível