Guia de antibióticos para dor de dente

Escrito por john vann | Traduzido por ludmyla dias
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Guia de antibióticos para dor de dente
Antibióticos para dor de dente (Comstock/Comstock/Getty Images)

Dores de dente podem ser muito angustiantes. Na verdade, às vezes elas são consideradas mais fortes do que as do parto. Para piorar, em muitos casos não existe solução rápida. Remédios para a dor, sejam eles prescritos por um médico ou indicados pelo farmacêutico, podem paliar o problema, mas ele volta dentro de poucos dias ou mesmo horas. Os antibióticos são muito eficazes nos tratamentos de dor de dente, mas às vezes podem passar-se dias até que o alívio seja sentido. Ainda assim, eles geralmente são a melhor opção para tratar de forma permanente a maioria desses problemas.

Outras pessoas estão lendo

Penicilina

É o antibiótico mais conhecido e preferido para o tratamento de dores resultantes de uma infecção dentária. A penicilina tem sido utilizada na odontologia desde a Segunda Guerra Mundial. Derivada de um tipo de mofo, existem muito poucos efeitos colaterais associados à utilização dessa substância, com apenas alguns raros casos de náuseas, vômitos, diarreia e língua negra pilosa. Esses sintomas geralmente cessam após o paciente parar de usar a penicilina. É também importante notar que alguns tipos de infecções tornaram-se parcialmente ou totalmente resistentes a essa substância. Nesses casos, o tratamento com o medicamento é inútil.

Amoxicilina

A amoxicilina, uma versão modificada da penicilina, foi desenvolvida para o tratamento de infecções e bactérias resistentes à penicilina. É o antibiótico mais amplamente utilizado hoje em odontologia, sendo prescrito para pacientes que são alérgicos à penicilina e também para aqueles que nunca utilizaram antibióticos antes. No entanto, existem muitos mais efeitos secundários associados ao uso da amoxicilina. Os efeitos colaterais mais comuns são náuseas, vômitos, diarreia, língua negra pilosa, erupção cutânea, icterícia, descoloração dos dentes, hiperatividade, agitação e insônia. A sobredosagem pode levar a insuficiência renal, cristalúria e nefrite intersticial.

Clindamicina

Usada com menos frequência que a penicilina ou a amoxicilina, a clindamicina é aplicada para tratar infecções que são resultados diretos de bactérias resistentes a essas duas substâncias. Vários efeitoscolaterais foram relatados em usuários da clindamicina e alguns dos podem ser bastante graves. Esses problemas incluem náuseas, vômitos, diarreia, dor abdominal, colite pseudomembranosa, dermatite e leucopenia. A sobredosagem de clindamicina pode levar a convulsões e depressão.

O que antibióticos não tratam

Embora vários antibióticos sejam comprovadamente eficazes contra uma série de infecções e tipos de bactérias, eles não funcionam para tratar dores de dentes causadas por pulpite irreversível. Nesses casos, o único tratamento é a administração prolongada de analgésicos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível