Mais
×

Guia prático para um fim de semana no Rio de Janeiro

O entardecer na cidade maravilhosa
Getty Images

Introdução

“O Rio de Janeiro continua lindo”, já diria Gilberto Gil, mas para muitas pessoas, o Rio ainda é um destino a ser descoberto. Para ajudar os novatos na cidade maravilhosa ou mesmo para os já iniciados nas belezas cariocas, preparamos um roteiro de viagem com dicas e sugestões de lugares imperdíveis. A cidade é mesmo linda, não faltam opções de praias e cada bairro é recheado de história, por isso seria impossível listar todas as atrações, mas em um fim de semana é possível conhecer alguns dos principais atrativos da cidade.

Flickr RIOTUR | ASCOM

Como chegar

Há muitas maneiras de chegar à segunda maior cidade brasileira. Ela conta com dois aeroportos: Santos Dumont, no centro da cidade, e Antônio Carlos Jobim (mais conhecido como Galeão), na Ilha do Governador, zona norte da cidade, a 20 km do centro. A Rodoviária Novo Rio também fica na região central, no bairro de Santo Cristo. Para quem vai de carro, há várias estradas que chegam até o Rio, como a BR 116 para quem vem do sul e a BR 101 para quem vem do norte do país.

Flickr RIOTUR | ASCOM

Centro histórico

É a parte mais antiga da cidade, com algumas das principais construções que ainda restam do período colonial, importantes por sua arquitetura e por terem sido palco de grandes momentos históricos quando ainda era a capital brasileira (1763 - 1960). Ali estão o Palácio Tiradentes, a Biblioteca Nacional do Brasil, o Teatro Municipal do Rio de Janeiro, a Estação Central do Brasil e muitas igrejas, como a da Candelária e o Mosteiro de São Bento. Também é a área de maior concentração de museus e galerias da cidade.

Flickr RIOTUR | ASCOM

Bondinho - Pão de Açúcar

Localizado no bairro da Urca, o bondinho do Pão de Açúcar é um dos principais cartões postais cariocas. São dois trechos de bonde: o primeiro sai da Praia Vermelha e chega ao Morro da Urca, onde há diversos atrativos (além da vista), como o Espaço Baía de Guanabara, com restaurantes e lojas, e a Praça dos Bondes, espécie de museu do bondinho a céu aberto. O segundo vai dali ao Pão de Açúcar propriamente. Do alto de seus 396 metros de altura, nada menos do que uma vista de 360º de lindas praias, o Corcovado, o centro da cidade, entre outras belezas.

Flickr RIOTUR | ASCOM

Boemia na Lapa

Durante o dia, o tradicional bairro da Lapa, com antiquários, tendas de artesanato local e bela arquitetura, é um passeio muito bonito, com destaque para os Arcos da Lapa, por onde passa o bondinho de Santa Teresa, bairro vizinho que também vale a visita. Mas foi a noite que fez famosa a região, reduto da boemia carioca, principalmente ligada ao samba. O bairro oferece grande variedade de bares e casas de shows para curtir boa música e se misturar com o público local.

Flickr RIOTUR | ASCOM

Praias maravilhosas

Para a maioria das pessoas, Rio de Janeiro e praia são sinônimos. São dezenas de praias na cidade, eternizadas em fotografias, canções e filmes, sendo as mais famosas: Copacabana, Ipanema e Leblon. Além da beleza natural da costa carioca, suas praias são muito procuradas pelos amantes de esportes (surfe, vôlei de praia, futevôlei etc.) e seus quiosques à beira-mar são ótimos para juntar os amigos para uma cervejinha, petiscos ou mesmo uma água de coco.

Michael Regan/Getty Images Sport/Getty Images

Cristo Redentor

Dentro do Parque Nacional da Tijuca (o maior oásis verde da cidade), no alto do morro do Corcovado, está localizada uma das sete novas maravilhas do mundo, o Cristo Redentor. Construído entre 1922 e 1931, a gigantesca estátua tem 38 metros de altura. Para subir os 710 metros de altura do morro é possível ir de trem, de carro e, os mais corajosos, encaram a subida a pé. Mas seja como você escolher chegar lá, a vista espetacular da cidade vale a pena o esforço.

Flickr RIOTUR | ASCOM

Jardim Botânico

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro foi idealizado por D. João, em 1808, época do Brasil Colônia, para receber plantas nativas e estrangeiras. Hoje conta com mais de oito mil espécies de várias partes do mundo. Além de seu rico e variado acervo de espécies naturais, por seus 137 hectares encontram-se espalhadas obras de arte e alguns museus, como o do Meio Ambiente e o Museu-Sítio Arqueológico Casa dos Pilões.

Flickr RIOTUR | ASCOM

Lagoa Rodrigo de Freitas

Localizada próxima ao Jardim Botânico, a lagoa é um dos lugares mais gostosos e charmosos da cidade. Ao longo dos 7,5 km de sua orla, o visitante encontra belos jardins, um museu de esculturas a céu aberto, quadras esportivas, pista de corrida, ciclovia e boa variedade de bares e restaurantes para sentar e apreciar boa comida com uma vista de tirar o fôlego.

Flickr RIOTUR | ASCOM

Crie o seu roteiro

Os lugares que sugerimos aqui são alguns dos principais pontos turísticos, mas com certeza há atividades que têm mais ou menos a ver com você, por isso adapte as nossas sugestões ao seu perfil e ao tempo que você tem disponível para visitar a cidade. Leia, busque informações e faça um roteiro sob medida.