Por quê o Hemisfério Norte tem mudanças de temperatura mais extremas?

Escrito por charles clay | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por quê o Hemisfério Norte tem mudanças de temperatura mais extremas?
Massas de terra do Hemisfério Norte influenciam os efeitos das estações do ano (Comstock/Comstock/Getty Images)

De um modo geral, o Hemisfério Norte sofre mais mudanças drásticas sazonais do que o Hemisfério Sul. Em grande parte do Hemisfério Norte, os verões são mais quentes e os invernos são mais frios do que nos locais de mesma latitude do Hemisfério Sul. A razão para esta diferença tem a ver com a geografia de cada hemisfério, as características do solo e da água e os mecanismos que causam a mudança das estações do ano.

Outras pessoas estão lendo

As estações

A Terra passa por um ciclo anual e sazonal, pois ela tem um eixo inclinado que não gira enquanto ela faz seu movimento ao redor do sol. Como resultado, cada hemisfério recebe diferentes níveis de radiação solar durantes os diferentes pontos da órbita terrestre. A quantidade de energia solar absorvida pela superfície da Terra é conhecida como insolação. Em julho, o Hemisfério Norte está posicionado para absorver uma grande quantidade de energia solar, resultando em níveis mais elevados de insolação. Ao mesmo tempo, o Hemisfério Sul está recebendo radiação solar em um ângulo mais indireto, sofrendo, portanto, menores níveis de insolação. Essa variação na radiação solar produz as estações do ano.

Terra e água

Terra seca e grandes massas de água reagem à insolação de maneiras diferentes. A água tem uma grande quantidade de inércia térmica, o que significa que é preciso uma quantidade relativamente grande de energia para elevar sua temperatura, e ela esfria de forma mais lenta que muitos materiais, quando os níveis de energia são reduzidos. Em média, é preciso uma quantidade três vezes maior de energia para aquecer a água a uma temperatura específica, do que para aquecer a terra seca nas mesmas condições. Da mesma forma, a água esfria cerca de três vezes mais lentamente do que a terra seca, quando as temperaturas caem.

Geografia dos hemisférios

A maior parte da massa terrestre está concentrada no Hemisfério Norte. Por comparação, no Sul há mais água, com apenas algumas massas de terra e uma proporção muito baixa de terra distante do litoral. Os continentes da América do Norte e Eurásia têm interiores extensos, enquanto a América do Sul, África sub-equatorial e Austrália apresentam contornos muito mais estreitos. Portanto, os oceanos desempenham um papel muito maior na regulação da temperatura no Hemisfério Sul do que no Norte.

Os oceanos e as estações do ano

Devido a inércia térmica da água, áreas costeiras tendem a ter temporadas mais suaves do que áreas no interior de extensas massas terrestres. Os oceanos são lentos para aquecerem-se no verão e retêm grande parte do seu calor no inverno, o que ajuda até mesmo as mudanças sazonais nas zonas costeiras. Já os locais mais distantes da costa não são alcançados pela influência atenuante do oceano e tendem a aquecer e arrefecer mais rapidamente do que as regiões costeiras. Isso significa que o Hemisfério Norte, com suas massas de extensas terras, passa por mudanças de temperatura maior do que o Hemisfério Sul, quando expostos às mesmas mudanças de energia solar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível