A herpangina é contagiosa?

Escrito por j.d. wollf | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A herpangina é uma doença infantil relativamente nova. Os primeiros casos datam da década de 1950, mas, desde então, tornou-se uma doença característica dos primeiros anos de vida de uma criança. A herpangina não oferece risco para a saúde, mas causa desconforto e é uma doença contagiosa, podendo se espalhar rapidamente em ambientes como salas de aula ou creches. Algumas medidas preventivas podem ajudar a retardar o contágio, embora, muitas vezes, os adultos já estejam imunes a essa condição.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

A herpangina é uma doença viral que causa feridas na garganta e na boca. Em casos graves, podem surgir também lesões nos pés e nas mãos, o que explica o seu outro nome — "doença da mão, do pé e da boca". Embora tenha um nome semelhante, essa condição não é causada pelo vírus da herpes, mas por muitos outros tipos diferentes de vírus, sendo o coxsackievirus A16 o mais comum. É mais comum principalmente em crianças pequenas, mas também pode afetar adultos e adolescentes.

Sintomas

Os sintomas incluem febre, dor e vermelhidão na garganta e pequenas bolhas semelhantes a aftas no interior da boca. Nos casos mais graves, podem surgir pequenas feridas na pele - afetando os lábios, as solas dos pés e as palmas das mãos. É relativamente comum que as lesões de herpangina se espalharem pelo corpo - isto ocorre em mais da metade dos casos. As crianças acometidas pela doença ficam irritadiças e com perda de apetite, visto que a garganta dolorida dificulta a passagem do alimento. Em geral, os sintomas persistem por cerca de uma semana.

Tratamento

Como a herpangina é causada por um vírus, não há nenhuma "cura" para ela — sendo preciso esperar até que o sistema imunológico a elimine. Até lá, existem maneiras de fazer com que o paciente fique mais confortável. Os analgésicos de venda livre podem ajudar a reduzir a dor e a febre. Uma dieta não irritante facilita a ingestão dos líquidos e dos alimentos, por isso, o consumo e leite e de seus derivados é particularmente benéfico nesses casos (oferecer sorvete pode ajudar a abrir o apetite da criança). É muito importante que o paciente beba muito líquido — nos casos graves, quando a dor de garganta é muito forte, é necessário fazer a administração intravenosa de líquidos para evitar a desidratação. Os tratamentos para afta podem ajudar a aliviar a dor causada pela herpangina.

Contágio

A herpangina é definitivamente contagiosa! Ela se propaga através da saliva e das fezes. Por isso, não é de se surpreender que seja transmitida de criança para criança, em creches e escolas. Muitos adultos têm algum tipo de imunidade à herpangina, visto que a maioria dos casos é causada pelo coxsackievirus A16 e também porque alguns provavelmente já tiveram a doença na infância. Mas, mesmo que você não se lembre de ter contraído herpangina quando criança, tome medidas preventivas para se proteger e para não transmitir o vírus para outras pessoas.

Prevenção

Lavar as mãos, principalmente antes de preparar ou ingerir os alimentos, pode ajudar na prevenção contra a herpangina. Ensinar as crianças a lavarem as mãos pode ajudá-las a prevenir a doença e impedir o contágio. Se seu filho tem herpangina, mantenha-o em casa até estar completamente curado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível