O herpes-zóster e as dores ósseas

Escrito por holly huntington | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Quando indivíduos mais velhos sentem dores no corpo ou uma dor aguda, eles às vezes interpretam essa dor como óssea, principalmente os portadores de artrite. Mas a dor associada ao herpes-zóster pode imitar os sintomas da gripe e da artrite — dores generalizadas, latejantes ou agudas. Além disso, quando a erupção do herpes vem após a dor, em vez de precedê-la, isso pode confundir o diagnóstico. Mas não existe nenhuma dor óssea associada ao herpes.

Outras pessoas estão lendo

Herpes

O herpes é uma afecção não contagiosa que produz dor e bolhas. A dor pode ser cutânea ou interna. De acordo com os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, essa afecção é conhecida por vários nomes diferentes (herpes-zóster e neuralgia pós-herpética, entre outros) e afeta indivíduos acometidos pela varicela na juventude.

Causas

Geralmente, o vírus da varicela-zóster permanece latente no organismo do paciente após o surto da doença, não voltando a atacar os indivíduos que já tiveram a doença, exceto aqueles com o sistema imunológico comprometido.

Portanto, à medida que o indivíduo envelhece, dado o enfraquecimento do sistema imunológico, o vírus pode ressurgir. No entanto, de acordo com os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, nem todos os indivíduos mais velhos, com sistema imunológico comprometido e que tiveram catapora na juventude sofrerão de herpes.

A dor como sintoma

Um dos sintomas do herpes-zóster é a dor. De acordo com o site skinsight.com, a dor causada por esse ataque viral pode preceder as bolhas que ele provoca. Isso ocorre porque a dor causada pelo herpes é gerada através das terminações nervosas do corpo e não como resultado das bolhas que surgem com as feridas — embora essas lesões possam produzir seu próprio tipo de dor.

O cérebro envia sinais através da coluna vertebral, onde há muitos ossos e nervos do corpo. À medida que esses sinais atingem as áreas nervosas afetadas pelo herpes, os sinais de dor são emitidos.

Herpes e dores ósseas

Embora não esteja associado a dores ósseas, de acordo com a National Shingles Foundation, inicialmente os sintomas podem ser tão vagos — como os de uma gripe com dores generalizadas, dormência e formigamento — que fica difícil perceber o surgimento do herpes. Nesses casos, é comum o indivíduo interpretar a dor profunda que experimenta como dor nos ossos.

Neuralgia pós-herpética

A neuralgia pós-herpética (NPH), um dos nomes do herpes, está mais associada ao dano nas terminações nervosas do que ao herpes. Esse dano resulta em uma dor aguda, intensa, latejante ou de queimação, que pode durar meses ou anos após a erupção ter sido tratada. Mas, como ocorre com os sintomas similares aos da gripe que surgem antes do surto de herpes, essa dor contínua pode levar a pessoa a acreditar que sua dor é óssea e descartar a possibilidade da presença do herpes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível