Como fazer a hibridização da Phalaenopsis

Escrito por angela ryczkowski | Traduzido por kelly damasceno
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer a hibridização da Phalaenopsis
Uma polinização bem sucedida é necessária para a hibridização da Phalaenopsis (Hemera Technologies/Photos.com/Getty Images)

A Phalaenopsis, ou orquídeas mariposa, é um tipo popular de orquídea amplamente apreciada por sua variedade de cores e tamanhos disponíveis e por seu cultivo relativamente fácil. Orquídeas Phalaenopsis são ocasionalmente mais difíceis de se propagar que outras orquídeas, porque a maioria delas não pode ser dividida vegetativamente. Esta característica faz com que, normalmente, a propagação da Phalaenopsis se dê por sementes ou por propagação sexual. Essa reprodução cria novas e únicas Phalaenopsis híbridas. Com a técnica adequada, os produtores de orquídeas podem criar suas próprias Phalaenopsis hibridizadas.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Duas orquídeas floridas
  • Folha de papel branco
  • Palito de dentes chatos

Lista completaMinimizar

Instruções

    Como fazer a hibridização da Phalaenopsis

  1. 1

    Coloque as duas orquídeas que terão a polinização cruzada em uma folha de papel branco. Isso torna mais fácil localizar anteras ou polínias, se caírem.

    Como fazer a hibridização da Phalaenopsis
    Orquídea Phalaenopsis (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)
  2. 2

    Toque a parte plana do palito no estigma da flor mãe para que ele adquira um pouco do líquido pegajoso presente. Isso faz com que o palito fique pegajoso e melhor para retirar a polínia da antera.

  3. 3

    Toque a base da antera com o palito na planta pai e levante-o suavemente. Isso expõe as polínias. Polínias são massas de grãos de pólen moldadas em estruturas sólidas e compactas.

  4. 4

    Toque as polínias com a parte pegajosa do palito. Idealmente, a polínia é puxada para fora da cápsula da antera. Por vezes, a totalidade da antera sai. Nesse caso, repita a tentativa de remover as polínias, mas mantenha a antera na palma da mão umedecida.

  5. 5

    Leve as polínias para o estigma da planta mãe. Pode ser necessário empurrar suavemente para baixo o lábio inferior (ou pétala) para se poder mover o palito na posição.

  6. 6

    Monitore a flor polinizada da orquídea mãe. Se a polinização foi bem sucedida, o estigma inchará e encerrará o pólen. A flor pode mudar de cor ou murchar. Tubos de pólen formam o estigma e o ovário e ele começa a inchar-se, tornando-se uma cápsula contendo sementes. Se nenhuma destas reações ocorrer, repita a tentativa de polinização utilizando diferentes flores de cada planta.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível