Hiper-pigmentação em bebês

Escrito por elizabeth smith | Traduzido por daniel ranieri negri
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Hiper-pigmentação em bebês
Pele de bebê (happy baby 6 image by Pat Lalli from Fotolia.com)

A hiper-pigmentação é uma condição comum da pele em que partes dela escurecem na cor, podendo afetar pessoas em qualquer idade, desde o nascimento. Na maioria dos casos, a hiper-pigmentação em bebês não necessita de qualquer tratamento especial.

Outras pessoas estão lendo

Hiper-pigmentação pós-inflamatória

A hiper-pigmentação pode ser o resultado de dano ou irritação da pele, como pruridos, eczema ou arranhões. A descoloração da pele irá gradualmente desaparecer, uma vez que o processo de cura tenha se completado.

Sardas

Sardas são pequenas manchas marrons que aparecem em qualquer parte do corpo e são uma característica herdada, significando que bebês serão mais propensos a ter sardas se os seus pais também as têm.

Verrugas

Verrugas podem ser planas ou elevadas e variam da cor amarela à preta, podendo estar presentes no nascimento ou aparecendo mais tardiamente na vida.

Manchas mongólicas

A mancha mongólica é uma marca de nascença pigmentada nas cores marrom, cinza ou de cor azulada, normalmente aparecendo nas costas ou nádegas e desaparecendo na idade adulta.

Manchas café-com-leite

Essas manchas hereditárias possuem uma cor marrom clara e um formato oval, e podem estar presentes ao nascimento ou aparecer durante o primeiro ano de vida.

Dica

A exposição ao sol pode piorar a hiper-pigmentação. Vista aos bebês com roupas folgadas e chapéu para proteger sua pele do sol.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível