O hirsutismo causado por distúrbios na glândula tireoide

Escrito por a. e. hurt | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O hirsutismo é uma condição na qual há o crescimento de pelos nas mulheres em áreas que não são comuns, como o queixo, o peito e aréolas. A hipertricose é outra doença muito semelhante, mas que se desenvolve em áreas diferentes do corpo. O hirsutismo aparece em regiões dependentes de andrógenos, enquanto que a hipertricose pode aparecer em qualquer área. Uma mulher com pelos no rosto provavelmente sofre de hirsutismo. A hipertricose tem sido chamada de "síndrome do lobisomem" e é a doença que afligia Jo-Jo (1868-1904), o menino-cão (Fyodor Yevtishchev, um garoto russo conhecido pela grande quantidade pelos faciais, fato que o tornou uma célebre atração em circos do tipo show de aberrações).

O hirsutismo possui duas classificações principais: o familiar e o sintomático. O primeiro tipo é hereditário e não é um sintoma de problemas de andrógenos. Em algumas partes do mundo, como o Mediterrâneo e o Oriente Médio, é simplesmente normal para as mulheres que haja pelos no queixo. Essa condição começa na puberdade.

O hirsutismo sintomático é um sintoma causado por um problema subjacente, como a hipersensibilidade aos andrógenos ou a superprodução desses hormônios. Essa condição também pode ser causada por problemas com o sistema adrenal e, raramente, pelo hipotireoidismo. O hirsutismo sintomático pode aparecer na infância ou pode não aparecer até após a puberdade.

Outras pessoas estão lendo

O hirsutismo e a glândula da tireoide

Existe pouca relação entre o hirsutismo e a glândula da tireoide, embora essa doença possa ocorrer em casos de hipotireoidismo. Em geral, o hipotireoidismo faz com que o cabelo fique frágil, fino, caia e não cresça mais. No entanto, como o hirsutismo ocorre com muita frequência com esse distúrbio, ele é investigado como uma possível causa.

A ligação entre a glândula da tireoide e o hirsutismo vem do fato de que a glândula secreta os hormônios responsáveis pela sensibilidade hormonal, pelo consumo global de energia e pela criação de proteínas em todo o corpo. Uma das principais questões no hirsutismo é a hipersensibilidade aos andrógenos em áreas específicas. Portanto, embora essa ligação não tenha sido provada, ela faz sentido.

Tratamento do hirsutismo

O hirsutismo não é de fato uma doença, e geralmente não requer tratamento. Ele às vezes é causado por condições que requerem um tratamento e que devem ser diagnosticadas por um médico. No entanto, se o hirsutismo em si for considerado um problema, as técnicas comuns de remoção de pelos podem ser aplicadas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível