on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

História do aterramento elétrico

O aterramento elétrico, ou apenas aterramento, é o ponto de referência de um circuito a partir do qual todas as outras voltagens são medidas. O terra é uma conexão elétrica direta à terra ou uma conexão a um ponto específico em um circuito elétrico ou eletrônico. Porque ser uma conexão física, também é um caminho de retorno comum para a corrente elétrica.

Sistemas de aterramento protegem dispositivos críticos de dano advindo de relâmpagos

Os fatos

O aterramento elétrico é vital, pois fornece um potencial zero ou potencial de terra (um referencial de voltagem) contra o qual todas as outras voltagens em um sistema são medidas, de acordo com techtarget.com. Uma conexão à terra eficaz também minimiza interferência no equipamento, reduz o risco de dano induzido por relâmpagos, e elimina o acúmulo de carga estática nos componentes de um sistema.

Loading...

Função

A função principal do aterramento é eliminar o acúmulo de eletricidade indesejado. Quando um ponto é ligado à terra, ele se mantêm em uma voltagem constante independente do resto do sistema. A Terra é o aterramento máximo, porque tem a capacidade de absorver uma quantidade de carga elétrica quase ilimitada. O mecanismo físico em si consiste de uma vara metálica instalada no subsolo, de acordo com techtarget.com.

Introdução

A partir de 1820, sistemas eletromagnéticos de telégrafo de longa distância usavam dois ou mais fios para carregar sinais e retornar a corrente. Por volta de 1836, Karl August Steiheil, um cientista alemão, descobriu que o terra pode ser usado como caminho de retorno para completar um circuito. Ele propôs que a Terra poderia funcionar como um condutor de retorno na telegrafia se os terminais do cabo fossem enterrados no subsolo, de acordo com Brittanica.com. Essa inovação mudou totalmente o projeto de receptores telegráficos, pois tornou o fio de retorno desnecessário. O resultado foi que o custo associado às linhas de telégrafo também diminuiu.

O começo da história

Em 1851, havia mais de 50 companhias de telégrafo em operação nos Estados Unidos, e a Western Union Telegraph Company era uma das mais populares. Em 1861, a companhia finalizou a primeira linha de telégrafo transcontinental entre Saint Joseph, Missouri e Sacramento, Califórnia. Todas as linhas usaram aterramento elétrico, mas a maioria ainda encontrou problemas, de acordo com slatemaster.com. A maior parte dos problemas de aterramento resultava de condutividade ruim (advinda do tempo seco), e muitas vezes tinha de se usar água na vara de aterramento para que o telégrafo funcionasse.

História moderna

Quando o telégrafo foi substituído pelo telefone como dispositivo primário de comunicação à distância, o aterramento elétrico passou a ser usado em outros dispositivos, incluindo ferrovias elétricas, sistemas de energia e uma variedade de circuitos, de acordo com Brittanica.com. Hoje, sistemas elétricos e de transmissão usam aterramento para prevenir condições perigosas, assim como para facilitar o retorno da corrente. Outros usos incluem desviar relâmpagos com segurança para longe de edifícios e para a terra.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...