×
Loading ...

História da cadeira de balanço Shaker

Atualizado em 13 junho, 2017

Os Shakers, originalmente conhecidos como Shaking Quakers, são uma seita religiosa que estabeleceu 19 comunidades oficiais nos Estados Unidos, do Maine ao Kentucky, tendo início em 1774. Muitos desses locais são mantidos pelo Serviço Nacional de Parques dos Estados Unidos como parte da Trilha Histórica Shaker. Apesar de apenas um, Sabbathday Lake, ainda estar ativo, a popularidade do mobiliário Shaker perdura em todo o mundo. Segundo o NPS, os Shakers ainda são "universalmente admirados por sua arquitetura e artesanatos", incluindo suas clássicas cadeiras de balanço confortáveis e de design simples.

Cadeiras de balanço clássicas são populares até hoje (rocking chair image by Photoeyes from Fotolia.com)

O significado do estilo Shaker

Embora restem poucos membros da igreja, pessoas de fora que apreciam o design Shaker continuam a seguir seus princípios. O National Park Service destaca que o design Shaker foi baseado em "valores da simplicidade, utilidade e artesanato de qualidade", e também na padronização de técnicas de construção. A falta de ornamentos é uma característica de todos os móveis Shaker, incluindo os vários estilos de cadeiras de balanço atribuídos ao grupo religioso. De acordo com o NPS, o estilo Shaker tornou-se tão influente que eventualmente seus princípios foram defendidos por arquitetos, como o famoso Louis Sullivan.

Loading...

A cadeira de balanço Shaker

De acordo com o site norte-americano FurnitureStyles.net, "de todos os estilos e formas da história dos móveis, as cadeiras de balanço são com quase certeza os móveis mais admirados e famosos" e são "muito apreciadas" por colecionadores de antiguidades. A seita começou a produzir cadeiras de balanço pouco depois de 1800, de acordo com o site OldandSold.com. As cadeiras eram populares porque "ofereciam um conforto bem-vindo que não era muito comum nas cadeiras do período". Embora estas cadeiras quase sempre possuam quatro tiras de madeira e encosto traseiro, o design do assento e dos braços varia. Eles faziam suas cadeiras e seus outros móveis com a bela madeira local, como o carvalho.

O estilo dos armários Shaker também era simples (shaker style doors image by Rob Hill from Fotolia.com)

Descanso de braços

Embora geralmente baixos, os descansos de braços das cadeiras de balanço Shaker costumavam divergir. Algumas possuíam apoios para as mãos na forma de cogumelo na parte frontal do descanso de braços, outras possuíam braços curvados, e em tempos mais recentes, estofados. Um projeto conhecido como cadeira de costura era menor e não tinha nenhum tipo de braço "para permitir fácil acesso a uma cesta de costura".

Cores e assentos

As primeiras cadeiras de balanço Shaker tinham assentos tecidos a partir de tiras de madeira, telas de algodão ou juncos. As telas de algodão geralmente eram tecidas em um padrão quadriculado de duas cores, que às vezes era acolchoado para proporcionar maior conforto. Enquanto muitas das primeiras cadeiras "eram pintadas com um vermelho escuro e homogêneo" como nota o site OldandSold.com, a coloração e a pintura também variaram ao longo do tempo. Os Shakers inovadores eventualmente inventaram um processo de etapa única que lhes permitia mergulhar toda a estrutura da cadeira na tinta.

Como os Amish, os Shakers acreditam em viver com simplicidade (amish travel image by Pix by Marti from Fotolia.com)

Preços

Em 1807, os Shakers vendiam suas cadeiras de balanço para "forasteiros" por cerca de US$1,50 cada. Lojas norte-americanas online de antiguidades indicam que é possível comprar uma cadeira Shaker antiga por cerca de US$100. Cadeiras novas baseadas no design Shaker podem ser encontradas por cerca de US$225. Um artigo de 2001 da revista "The Atlantic", intitulado "A cadeira de balanço ergonômica", afirmou que todas as cadeiras de balanço têm um pouco de história em comum: elas são "essencialmente americanas".

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...