A história do cristal Rosenthal

Escrito por noelle carver | Traduzido por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A história do cristal Rosenthal
Os designs de copos de cristal Rosenthal inlcuem taça de vinho e "flutes" de champanhe. (repeating rows of empty stemware over bar counter image by fotosergio from Fotolia.com)

Reconhecida como uma das maiores fabricantes de cristais do mundo, a empresa Rosenthal tem um histórico de criação de cristais inovadores e outros produtos de mesa. Rossenthal, juntamente com a empresa Hutschenreuther, são as marcas que definem a indústria da porcelana na Franconia, Alemanha, uma seção da Bavária. De sua origem humilde no fim do século XIX, a Rosenthal cristais e porcelanas, até 2010, já estava disponível em 97 países.

Outras pessoas estão lendo

Origem da empresa

A empresa Rosenthal foi fundada pelo Sr. Philip Rosenthal. Em 1879 em Selb, Alemanha, parte da Bavária. Ele começou o negócio comprando louça branca da Hutschenreuther, outra empresa Alemanha produtora de louças. Ambos faziam porcelana e cristal usando madeira das densas florestas de Fichtelgebirge como combustível e argila do Alto Palatinato e da Boêmia. Sua sede em Selb se tornou o coração da “rota da porcelana”, que levava aos centros da indústria da porcelana entre Weiden e Hof, Alemanha.

Os primeiros designs

A mulher de Rosenthal, a condessa francesa Maria de Beurges, pintava a mão as porcelanas e Rosenthal vendia as peças de porta em porta. A popularidade das padronagens Maria White e Moss Rose ajudou o negócio a crescer rapidamente. Em 1916, Philip Rosenthal dedicou seu design a sua esposa, chamando a linha de “MARIA” para celebrar seu amor por ela e por sua arte.

Fábricas originais

Em 1891, Rosenthal fundou uma fábrica em Asch, Boêmia e começou a criar porcelana branca, pratos de porcelana e decorações para mesa. De 1897 a 1936, Rosenthal adquiriu fábricas em Kronach, Marktredwitz, Waldenburg, Sophienthal, e Waldershof.

Era da Segunda Guerra Mundial

Na época da Segunda Guerra Mundial, a Rosenthal já operava 10 empresas e empregava mais de 5 mil funcionários. O filho de Rosenthal, Phillip, voltou da Alemanha e rapidamente reconstituiu e atualizou as fábricas que haviam sido derrubadas na guerra. Ele trouxe novos mercados buscando os interessados em louças modernas e cristais como taças de vinho decorativas e "flutes".

Expansão do Mercado americano

Em 1937, a Rosenthal comprou a fábrica Waldershof – originalmente chamada fábrica Johann Haviland Company – uma das maiores empresas de cristais e utensílios de jantar. A Rosenthal começou a produzir porcelana de alta qualidade para exportar para os EUA. Ela continuou a produzir a louça "Johann Haviland, Bavária, Alemanha” para atribuir a beleza das louças a seu nome e empresa.

Linha Studio-Line Rosenthal

Até a década de 60, a empresa Rosenthal focava na criação de designs clássicos tradicionais para atrair todos os compradores, vendidos sob a marca Classic Rose. Em 1961, Philip Rosenthal Jr. lançou a Rosenthal Studio-Line, uma linha de produtos de mesa que empregava 100 artistas famosos e designers para dar um toque criativo de estilo a produtos de decoração para casa usados no dia-a-dia, como taças de vinho, vasos, velas votivas, pratos e decantadores . Em 2010 a Empresa Rosenthal oferecia tanto uma linha clássica quanto uma linha mais inovadora de cristais como para água, vinhos branco e tinto, “flutes” de champanhe e taças para drinks longos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível