Conhecimento

A história e a cultura das tatuagens e dos piercings

Escrito por shara jj cooper Google | Traduzido por andrea b. balieiro
A história e a cultura das tatuagens e dos piercings

Ninguém sabe a origem exata das tatuagens, mas acredita-se que elas surgiram há cerca de, pelo menos, 12.000 anos

fist over wrist tattoo of greek key pattern image by nextrecord from Fotolia.com

Ninguém sabe a origem exata das tatuagens, mas acredita-se que elas surgiram há cerca de, pelo menos, 12.000 anos. Elas têm uma história em todos os continentes e possuem diversos propósitos. Piercings têm uma história que é quase tão longa, somando pelo menos 5.000 anos de idade.

Outras pessoas estão lendo

Era pré-histórica

A evidência mais forte de tatuagens pré-históricas estão em uma múmia encontrada nos Alpes tiroleses. Ela tem mais de 5.000 anos de idade e tinha pelo menos 57 tatuagens que se imagina terem sido medicinais. Elas foram encontradas em pontos de acupuntura. Múmias foram achadas entre a Rússia e a China e têm cerca de 2.400 anos de idade. Suas tatuagens eram de animais e monstros e acredita-se serem decorativas e terem fins mágicos.

Antigo Egito

A tatuagem era usado no Egito de 2.000 a 3.000 a.C. As múmias encontradas a partir desta época eram mulheres que apresentaram tatuagens em suas barrigas. Acreditam terem propósitos de fertilidade e para homenagear as divindades femininas. Do Egito, a tatuagem se espalhou pelo mundo.

Japão, Polinésia e o restante da Ásia

Figurinos japoneses mostram marcas ou gravuras que simbolizam tatuagens. Estas figuras têm pelo menos 3.000 anos de idade e eram usadas ​​principalmente como decoração, bem como, ocasionalmente, para o simbolismo religioso. Mais tarde, elas foram utilizadas para distinguir os criminosos dos de classe inferior. As tatuagens se espalharam do sul da China ao longo da rota da seda. Povos polinésios as usavam extensivamente e acreditavam que a alma da pessoa é exibida na tatuagem. O Maori (Nova Zelândia) criou o "moko" de rosto inteiro, que mostrava o seu status, sua linhagem e suas associações tribais. Em Bornéu, a tatuagem tem sido uma prática há milhares de anos e as tribais tradicionais ainda são feitas hoje. Na Índia e na Tailândia, as tatuagens foram colocadas sobre o corpo por monges que incorporavam poderes mágicos. As mulheres eram excluídas.

Europa

Os antigos gregos aprenderam a tatuagem dos persas e passaram para os romanos, que usavam elas como castigo. Celtas usaram pintura corporal permanente para simbolizar as jornadas da vida. Acredita-se que os vikings eram tatuados, mas há pouca evidência científica para apoiar essa teoria. Em 1700, a tatuagem se tornou uma tradição na Marinha britânica.

Américas

Os aborígenes da América do Sul e Central usaram tatuagens desde pelo menos o século XI. Os maias usavam como um sinal de coragem. Na América do Norte, os grupos indígenas usavam tatuagens para simbolizar o sucesso como guerreiros, estado civil e identificação do grupo. Nova York teve a primeira loja de tatuagem em 1846.

Piercings

Os piercings são comuns em todo o mundo e são vistos em múmias de pelo menos 5.000 anos de idade. O piercing de orelha é, talvez, o mais comum, sendo visto em todos os continentes e usado por homens e mulheres. Piercings nos lábios também são universais. No entanto, a tribo Dogon de Mali e os Nuba da Etiópia foram os únicos que usavam argolas. Isso era um símbolo religioso para a criação do mundo. O piercing na língua foi visto nas Américas. O desenho de sangue obtido foi pensado para ajudar na comunicação com os deuses. O nariz é perfurado há mais de 4.000 anos. Primeiro no Oriente Médio e depois na Índia. Ele foi visto principalmente em mulheres. No Oriente Médio, ele simbolizava a riqueza da família. Na Índia, ajudavam a reduzir a dor do parto. Na década de 1960, o piercing no nariz se tornou popular com os hippies. A perfuração do septo também tem sido feita por milhares de anos e foi amplamente utilizada em culturas de guerreiros para dar ao rosto uma aparência feroz. O piercing no umbigo só é visto na história moderna, a partir do século XX, após a invenção do biquíni. A origem do piercing no mamilo é incerta, mas sabe-se que anéis de mamilo foram vendidos em lojas persas no século XIX.

Não deixe de ver

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media