A história da dança Freestyle

Escrito por sarka-jonae miller | Traduzido por dyogo barbosa
A história da dança Freestyle
Dança Freestyle ou Street Dance é um estilo que usa o improviso como fonte principal de seus movimentos (Jupiterimages/Stockbyte/Getty Images)

A dança Freestyle é um termo que cobre estilos de dança que não criados fora dos estúdios de dança. Também conhecido como dança de rua, ou street dance, esse tipo de dança foi desenvolvidos em clubes e nas ruas. A dança é caracterizada pelo improviso e por um estilo agressivo, ao contrário das coreografias e da polidez das performances de uma dança sequencial. Hoje em dia, a dança freestyle é vista em clubes, vídeos musicais, concertos, competições e em clubes escolares. Ela é uma forma de interação social, educação física e até mesmo arte.

História

O começo da dança Freestyle foi na década de 1970 nas ruas e locais públicos onde dançarinos se mostrariam com suas habilidades de improviso que lembram a moderna dança break. Na década de 1980, com a popularização e acessibilidade da música, mais movimentos foram incorporados na dança. O nascimento da dança Freestyle realmente começou quando a música Disco morreu.

Caracterizações

Embora algumas performances fossem coreografadas, ou parcialmente coreografadas, o improviso era a força maior por trás do Freestyle. Dançarinos são encorajados a criarem novos movimentos e desenvolverem um estilo pessoal. A dança é difícil, crua e frequentemente envolve parar e começar. Ao contrário do balé e de outros estilos formais que raramente mudam, a dança Freestyle é conhecida por sua evolução.

Evolução

Quando a dança Freestyle começou, ela era mais a respeito do fluxo de um movimento de dança break para outro. A medida em que evoluiu, as pausas e as quebras de ritmo se tornaram mais popular. A dança se tornou mais dura, provocante e incluiu mais interações com o público. O isolamento de partes individuais do corpo, como o quadril e o tronco, também é usados mais e visto comumente hoje em dia.

Tipos

Dança Freestyle tem dado origem à dança break, hip hop, popping, locking, krumping, jazz de rua e muitos outros estilos de danças menos conhecidas ou não nomeadas. Popping e Locking são os estilos mais velhos de dança Freestyle, onde o dançarino manipula suas juntas de uma maneira a estralá-las dentro do tempo da música. Krumping é o mais novo estilo que é derivado do hip hop, mas é caracterizado por movimentos de alta energia. O jazz de rua é uma mistura do jazz tradicional ensinado em estúdio com o hip hop.

Geografia

Não surpreendentemente, Los Angeles e Nova Iorque foram loais importantes para a evolução da música Freestyle. O hip hop e a dança house surgiram nos anos 80 nessas cidades. A Jamaica é também uma área importante para o freestyle. A encarnação moderna do Reggae, a música Dancehall, tem se tornado um estilo popular nos últimos 5 anos. No Brasil, muitas escolas têm ensinado danças Freestyle, popularizando-a pelo nome "street dance".

Equívocos

Alguém passando pela MTV ou indo a um show da Britney Spears pode pensar que as performances perfeitamente ensaiadas são indicativos de dança Freestyle. Embora alguns possam considerar os movimentos do hip hop, por sua origem, a dança Freestyle não é perfeita. Entretanto ela frequentemente inspira movimentos coreografados vistos na TV e nos palcos.

Efeitos

Os grupos de dança Freestyle e suas competições são frequentemente creditados por manterem as crianças longe de gangues e violência. Disputas de dança e exibições são realizadas em comunidades de lutas físicas e altercações.