A história da empresa de calçados Puma

Escrito por george n. root iii | Traduzido por dimitrios meimaridis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A Puma é uma fabricante internacional de calçados esportivos. A empresa tem uma série de patrocínios com alguns dos maiores atletas de vários esportes, além de um grande apoio destinado aos atletas olímpicos. A Puma promove o futebol em partes do mundo em que o esporte não é popular ou onde as pessoas não têm condições financeiras para comprar os equipamentos para jogar.

Outras pessoas estão lendo

História

A trajetória da empresa de calçados Puma começou em 1924. Na época, o nome da empresa era Dassler Schuhfabrik e a sua matriz foi construída na cidade alemã de Herzogenaurach. A empresa foi fundada por Rudolph Dassler, que pretendia criar e fabricar caçados esportivos. Em 1948, Dassler mudou o nome da empresa para Puma Schuhfabrik. Em alemão, puma é o nome do leão da montanha, pois ele representa velocidade. No mesmo ano, a empresa lançou a chuteira para futebol chamada Atom. A linha Atom passou a ser utilizada por muitos times importantes do futebol alemão dos anos 50, ajudando a empresa a se tornar pioneira no mundo dos calçados esportivos.

Importância

Ainda como Dassler Schuhfabrik, a Puma fechou uma série de patrocínios importantes quando vários atletas das Olimpíadas de 1936, em Berlin, conquistaram a medalha de ouro usando calçados fabricados pela empresa. O norte-americano Jesse Owens ganhou as suas quatro medalhas de ouro utilizando sapatilhas da Dassler. Muitos jogadores do time de futebol da Alemanha também utilizaram as chuteiras da marca. No total, 12 atletas que ganharam o ouro e quebraram recordes nas Olimpiadas de 1936 usavam calçados da Dassler.

Considerações

Durante a década de 50, a Puma buscou consolidar-se na liderança dos calçados esportivos. Entretanto, a empresa enfrentou uma competição dura da sua rival Adidas, que já havia conquistado o seu espaço no mundo esportivo. Entre o final dos anos 50 e começo dos anos 60, a Puma e a Adidas enfrentaram uma série de disputas judiciais entre si por quebra de direitos autorais. A Puma perdia no mercado a batalha de vendas por uma considerável margem, e então passou a patrocinar financeiramente atletas importantes do futebol. A grande chance da Puma foi em 1962, quando Pelé utilizou calçados da empresa enquanto o Brasil foi campeão da Copa do Mundo. Com isso, as vendas da puma cresceram no mundo inteiro.

Efeitos

Ao final dos anos 60, a Puma ganhou uma grande exposição mundial através das suas campanhas publicitárias que contavam com várias estrelas do futebol. Ao mesmo tempo, a empresa também lutava para entrar no mercado dos Estados Unidos. A Puma obteve um grande sucesso com os medalhistas americanos, mas ela apenas passou a ter importância quando atletas de futebol americano passaram a utilizar os calçados da empresa. Em 1969, o quarterback dos New York Jets, Joe Namath, conquistou o título do Super Bowl III (final de futebol americano) utilizando um par de chuteiras da Puma. Até 1981, outras estrelas do esporte, como Marcus Allen dos Oakland Raiders, também utilizavam calçados da Puma. Assim, a empresa finalmente alcançou o patamar das principais marcas no país.

Intervalo de tempo

A Puma continua como uma das principais patrocinadoras do futebol pelo mundo inteiro. A empresa foi representada por 16 seleções durante os Jogos Olímpicos de Pequim em 2008. A marca também tem uma série de parcerias com ligas de futebol como a da Alemanha e do Egito. Além disso, a empresa continua trabalhando com o seu programa Street Soccer (futebol de rua), que visa levar equipamentos esportivos para áreas que não tem condições financeiras para isso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível