História de jarras e potes de barro

Escrito por tucker cummings | Traduzido por mariana dsp
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
História de jarras e potes de barro
Artefatos de barro ao longo das civilizações (Kevin Forest/Photodisc/Getty Images)

As jarras e potes de barro são quase tão antigos quanto a própria humanidade. Aqui está um breve resumo da história dos vasos de barro.

Outras pessoas estão lendo

Antigo Oriente

Na Crescente Fértil do Oriente Médio, culturas antigas usavam o barro para fazer blocos para escrita, construir casas e criar vasos para guardar óleo para lamparinas, cerveja e alimentos.

China

Os chineses faziam jarras e potes de barro desde 100 a.C. A cerâmica chinesa é feita de caulinita, feldspato e quartzo. Os vasos mais bonitos e decorados foram feitos no final de 1300, durante a Dinastia Ming.

Porcelana

A porcelana foi desenvolvida pelos chineses por volta do ano 100. Ela é feita de caulinita e, às vezes, cinzas de ossos.

Idade Média

Na Europa, durante a Idade Média, a maioria das cerâmicas era feita de barro. Essas jarras e potes eram usados para guardar alimentos e bebidas, e, normalmente, tinham aparências simples.

Culturas nativas da América do Norte

As civilizações Moche, Olmeca, Maia, Inca e Azteca, da América Central e do Sul, também criaram vasos de barro. Alguns deles são bastante decorados, de modo que se parecem mais com esculturas do que com vasos.

Porcelana europeia

No início de 1700, os europeus aprenderam a fazer porcelana usando carro de Colditz, alabastro e quartzo. Elas eram usadas para fazer vasos para armazenar alimentos e bebidas, servindo também como itens de decoração, tais como candelabros e relógios.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível