História dos Motores a Diesel da Mitsubishi

Escrito por richard rowe | Traduzido por andressa ferrari arevalo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
História dos Motores a Diesel da Mitsubishi
Os Jeeps da Mitsubishi e seus confiáveis motores a diesel conquistaram todos os tipos de terrenos (old jeep on a hill image by Roman Barelko from Fotolia.com)

A Mitsubishi foi a primeira empresa japonesa a reconhecer a bela combinação da confiabilidade japonesa com a eficiência do diesel. A empresa recorreu às suas origens como fabricante de aeronaves durante quase 60 anos para produzir uma linha de motores a diesel que são reconhecidos por sua durabilidade e a eficiência com o combustível, além de sua potência e emissões limpas. As deficiências foram amplamente resolvidas com a mais recente geração de motores diesel da Mitsubishi.

Outras pessoas estão lendo

Descrição básica

Todos, exceto o mais recente diesel da Mitsubishi são motores de quatro cilindros representados pela letra D, como em 4DR e 4D5. Todos são abaixo de 3.5L em deslocamento, e produzem menos do que 200 cavalos de potência. Exceto pelo mais recente 4N1, os motores diesel da Mitsubishi eram JDM (mercado interno japonês) e nunca foram projetados para exportação, embora isso já tenha sido feito para os EUA.

Motores

O primeiro diesel da empresa foi o motor 4DR de quatro cilindros, disponível em ambas as configurações 4DR5 e 4DR6 de baixa compressão e produziu de 1953 a 1998 para Jeeps e caminhões do mercado japonês. O sucessor do 4DR foi a família de motores diesel 4D5, derivado do "Astron" de quatro cilindros, em 1986, e ainda está na produção atualmente. A nova geração é a família 4N1 "combustão limpa" que foi um sucesso na exposição de carros em fevereiro de 2009.

Ambição

Antes da proliferação da turboalimentação na década de 1980, quase todos os motores a diesel, em todo o mundo, foram naturalmente almejados. O 4DR não foi exceção, como nas duas variações funcionou a ausência de turbo. Embora se encaixasse nos padrões da época, a classificação dos 94 a100 cavalos de potência do 4DR parece impressionar menos hoje em dia. O Astron 4D5 de 2.3L foi introduzido em 1980, recebeu um aumento no deslocamento de 2.5L e veio em várias configurações com potências que variam de 95HP (sem turbo 2.3L) para 178HP para o mais novo turbo 4D5 com refrigerador interno. O motor 4M4 apareceu em 1996 com um turbo de geometria variável e fez sucesso, mas não substituiu o 4D5.

Modelos

Os motores 4DR foram utilizados na linha do Jeep, veículos para estrada da Mitsubishi, que foram construídos sob a licença da Willys, AMC e Chrysler. O diesel Astron substituiu o motor 4DR em todos os caminhões leves da Mitsubishi, e foi o primeiro diesel já instalado em um carro de passageiros japonês (Colt e Galant) e ainda está em serviço hoje como uma opção de motor low-end. O 4M4 foi introduzido pela primeira vez na linha de SUVs Pajero, Shogun e Montero da Mitsubishi, e atualmente o serviço é visto no Pajero Triton e Strada. Todos os motores diesel da Mitsubishi estão sendo retirados para substituição com o motor de combustão mais limpa, o 4N1.

Emissão

Os motores da Mitsubishi vêm se tornando mais limpos progressivamente, ao longo dos anos. O 4DR não foi submetido a testes de emissões por um longo período de tempo, e não é conhecido por ser ecológico. Tal como foi derivado da avançada família 4G, as emissões do 4D5 são significativamente melhores que a maioria dos outros motores diesel, e continuam a exceder os padrões federais de emissões. Juntamente com aparelho de sintonização de emissões orientadas, o 4N1 usa um catalisador de oxidação de diesel (DOC), um sistema NTC e filtro de partículas de diesel. Todos eles permitem que qualquer veículo equipado com esse sistema seja um veículo de emissões ultra-baixas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível