História do perfurador de papel

Escrito por jennifer eblin | Traduzido por marcelo couto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
História do perfurador de papel
Conheça a história da invenção do perfurador (red hole puncher image by dana nicolescu from Fotolia.com)

A história do perfurador de papel é bem desconhecida, ao menos sua origem é. Historiadores dizem existir duas patentes dadas a homens que pediram por uma ferramenta de metal capaz de colocar furos em uma folha de papel. O modelo tradicional mudou ao longo do tempo para incluir produtos que trabalham com pilhas de papel, perfuradores menores com furos diferentes e outros com que fornecem três furos de uma única vez.

Outras pessoas estão lendo

Invenções estrangeiras

Um inventor alemão projetou o primeiro perfurador da história em 1886. Frederich Soennecken criou um tipo de ferramente para escritório capaz de fazer pequenos furos em folhas de papel. Ele solicitou uma patente na Alemanha e a ganhou em 14 de novembro de 1886. Nomeou o dispositivo de "Papierlocher fur Sammelmappen", mas foi simplesmente patenteada com o nome de "perfurador". A invenção levou projetistas de outros países, como os Estados Unidos, a trabalharem para criar uma versão melhor.

Primeira patente dos EUA

A primeira patente de um perfurador nos Estados Unidos foi dada à Benjamin Smith, um trabalhador em Massachusetts. Smith trabalhou com ferramentas diferentes e em muitos projetos até ter a ideia de um perfurador. O projeto dele usava duas peças de metal, a de baixo possuía um furo e a outra um objeto cortante. As duas peças eram presas com uma mola, que dava a força para atravessar uma folha de papel. Smith referiu-se ao perfurador com um "condutor de força" quando obteve a patente de número 313027.

Charles Brooks

Charles Brooks criou uma versão diferente do perfurador de papel em 1893, que chamou de "furador de tickets". O projeto de Brooks era um pouco diferente do de Smith, porque possuía uma peça adicional que separava o papel do perfurador. O resto era similar: duas peças de metal presas por uma mola. Dentro da peça de baixo ficava uma jarra pequena que guardava os pedaços que eram furados. A aparência é similar a dos perfuradores atuais.

Avanços no século 20

Durante o século 20, o perfurador tradicional manteve praticamente a mesma aparência dos modelos anteriores, inclusive a construção em metal. Depois de algum trabalho, os perfuradores ficaram com a forma de alicate, tornando-se mais fáceis de carregar. Mais perto do final do século, foram lançados alguns modelos de plástico, embora o cortador continuasse de metal. Foi durante essa época que os fabricantes também lançaram modelos que faziam furos em outros formatos, como quadrados, estrelas ou corações.

Século 21

O registro de patentes dos Estados Unidos registrou diversas patentes para perfuradores novos desde 2000. Um desses utiliza uma placa de pressão e anéis empilhados, permitindo que o perfurador fure pilhas de papel mais facilmente, sem a necessidade de colocar muita força. Outro usa espaçadores manuais que permitem alterar o tamanho e espaçamento entre os furos. Esse modelo é usado por fabricantes como Swingline e Leverhand.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível