História da raiva

Escrito por kristi bermingham | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
História da raiva
Louis Pasteur é famoso pela descoberta da vacina usada contra a raiva (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

A raiva é a doença mais conhecida pelos proprietários de animais de estimação, estando presente há séculos.

Outras pessoas estão lendo

Origem

A raiva foi descrita com incrível precisão clínica até durante a época de Aristóteles. Embora suas origens precisas sejam desconhecidas, a doença foi documentada em quase todas as partes do mundo, com exceção da Austrália.

Tratamento antigo

O site americano EMedicine diz que antigamente a raiva era tratada profilaticamente com cautério, o que muitas vezes resultava em óbito.

A praga da raiva

No século XIX, a raiva era especialmente prevalente na Europa. As pessoas temiam mortalmente a contaminação e, muitas vezes, eram assassinadas ou cometiam o suicídio quando mordidas por um cão supostamente raivoso.

A primeira vacina

Louis Pasteur é famoso pela descoberta da vacina usada contra a raiva. Seu trabalho incluiu a descoberta de como ela afeta o sistema nervoso central e a criação de uma forma atenuada do vírus. Ele usou pela primeira vez essa vacina em um homem mordido por um cão raivoso, salvando-lhe a vida.

Estado de raiva

A raiva foi eliminada de muitos países, embora ainda seja um problema nos Estados Unidos. A maioria dos casos origina-se de animais selvagens, sendo de apenas 5% a incidência de casos anuais ocorridos por animais domesticados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível