Por que homens muçulmanos vestem turbantes?

Escrito por rachelbennett | Traduzido por yumi fujiwara
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que homens muçulmanos vestem turbantes?
Alguns homens muçulmanos usam turbantes (touareg10 image by René Gastinel from Fotolia.com)

O turbante é uma peça usada na cabeça utilizada em muitas religiões, incluindo o Islã e o Sikhismo. É feito de um pedaço longo e delgado de tecido, geralmente de seda, sintéticos ou de algodão, que é enrolado em torno da cabeça várias vezes até que o topo não seja mais visível.

Outras pessoas estão lendo

Tradições Islâmicas

Embora o turbante pré-date o Islã, ele tornou-se um símbolo da identidade muçulmana com a expressão "colocar um turbante" estar associada à conversão ao Islã. O Profeta Maomé, conhecido como o tecelão do turbante, acreditava que a peça representava piedade, dignidade e humanidade; e é usado como uma forma de distinguir os muçulmanos de outras civilizações árabes que usavam roupas semelhantes.

Usos contemporâneos

Hoje, turbantes ainda são usados ​​como uma forma de distinguir os muçulmanos dos não-muçulmanos, permitindo que os membros da fé reconheçam-se uns aos outros, fortalecendo laços sociais e dando uma sensação de identidade ao grupo. Para os homens islâmicos, turbantes são uma maneira de seguir as instruções do Alcorão de se vestir modestamente, e são considerados particularmente importantes na oração, quando acredita-se que as recompensas são 25 vezes maiores quando o adereço é usado. Turbantes também têm uma função prática, proteger a cabeça do calor e da poeira em países árabes.

Características

Não há uma forma ou cor definida para o turbante, embora branco, preto e verde sejam as mais comuns utilizados no Islã, pois acredita-se que o Profeta Maomé teria usado um turbante branco, e verde é visto como a cor do paraíso. Outra característica notável é a altura, um turbante alto e bastante plissado é símbolo de riqueza e prosperidade. A forma do turbante também varia entre os países islâmicos, com os muçulmanos do Irã e Bahrein, vestindo uma peça preta em torno de um pequeno gorro branco; um contraste aos muçulmanos em países da Península Arábica, que muitas vezes usam turbantes xadrezes, do tipo lenço.

Equívocos

Não há nenhuma obrigação para homens islâmicos a usar turbantes, com alguns, particularmente nas sociedades ocidentais, optando por não usar nenhuma cobertura, e outros que optam por adereços pequenos, semelhantes aos usados ​​pelos judeus ortodoxos. Esta pequena peça arredondada, conhecida como Taqiyah, é usada para emular os seguidores de Maomé e é muitas vezes usado durante a oração. Ele também pode ser usado por baixo do turbante. Além disso, turbantes não são exclusivos para o Islã, mas uma característica proeminente do Sikhismo também. No entanto, existem diferenças visuais entre os adereços, os turbantes sikhs têm um pico mais distinto e uma ampla variedade de cores.

Adereços de cabeça femininos

Embora as mulheres também cubram suas cabeças no Islã, elas não usam turbantes. O equivalente feminino é conhecido como hijab, ou seja, cortina ou cobertura. Este véu faz parte da obrigação das mulheres de se vestir modestamente, uma tradição que é particularmente importante quando em público onde, em cultura muçulmana estrita, apenas as mãos e o rosto são visíveis.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível