Saúde

Por quanto tempo o HPV pode permanecer despercebido?

Escrito por china zmuida | Traduzido por kelly isay
Por quanto tempo o HPV pode permanecer despercebido?

Papiloma vírus

O HPV, ou o papiloma vírus humano, é uma das doenças sexualmente transmissíveis mais comuns nos Estados Unidos. De acordo com a Mayo Clinic, aproximadamente 20 milhões de pessoas nos EUA já têm a doença. Há mais de 100 tipos de HPV e 15 deles causam câncer cervical. De acordo com o artigo do The New York Times chamado "Getting to Know a Virus, and When It Can Kill (conhecendo um vírus e saber quando ele pode matar)", dois tipos de HPV, o 16 e o 18, causam até 60% dos casos de câncer cervical. Geralmente, se há a contração da doença, pode ser que a pessoa nunca perceba até que os sintomas comecem a se manifestar.

Outras pessoas estão lendo

Fatos

De acordo com o National Cervical Screening Program, o HPV é uma doença sexualmente transmissível tão comum que quatro a cada cinco pessoas a contraem durante a vida. Às vezes, a doença pode desaparecer sozinha, um ou dois anos após o contágio. Contudo, se o vírus estiver no corpo de uma mulher sem ser detectado, pode levar ao câncer cervical.

Sintomas

O HPV pode ser uma doença difícil de detectar. Já que a infecção pode permanecer indetectada por anos, é possível que a pessoa nunca saiba que tem a doença. Os sintomas mais notáveis são verrugas, que aparecem na área da genitália, apesar de poderem aparecer em outras partes do corpo, como mãos, pés, pescoço, cotovelos e joelhos. Pode-se levar meses ou anos até os sintomas se manifestarem.

Imunidade

Em pessoas que são saudáveis, especialmente em adultos jovens, o sistema imune pode eliminar a infecção por HPV em meses até anos. O artigo anteriormente mencionado cita um estudo com 608 mulheres sexualmente ativas, onde apenas 9% ainda estavam infectadas com o vírus depois de um período de dois anos a partir do contágio. As mulheres restantes tiveram uma infecção por HPV que durou por não mais que oito meses. Se o vírus é eliminado do corpo, não haverá mais complicações. Contudo, se o vírus permanecer inativo e uma infecção não for eliminada, há o risco de desenvolvimento de câncer cervical.

Câncer cervical

De acordo com o National Cervical Screening Program, o HPV pode permanecer nas células do cérvix por anos. Quando isso acontece, o risco de câncer cervical aumenta, já que o vírus nunca é eliminado do corpo. Pode demorar mais de dez anos para o desenvolvimento do câncer e pode ser que jamais se saiba que havia uma infecção por HPV que o causou. Contudo, muitas mulheres são capazes de eliminar o vírus de seu corpo sem jamais desenvolverem câncer.

Prevenção/solução

Quando se é ativo sexualmente, deve-se usar camisinha. De acordo com a Mayo Clinic, embora o uso de camisinha não previna o contágio de todos os tipos de vírus, ela pode proteger contra alguns tipos. Se a pessoa for sexualmente ativa, ela deve tentar ser monogâmica, ou pelo menos limitar o número de parceiros sexuais. O Gardisil é uma vacina que pode proteger contra o HPV. Recomenda-se que meninas tomem-na desde os 11 anos, ou antes de se tornarem sexualmente ativas. Atualmente, não há uma vacina disponível para homens ou meninos contra o vírus do HPV.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media