Mais
×

Ideias de decoração zen

Joao Canziani/Photodisc/Getty Images

Introdução

Nada melhor do que chegar depois de um agitado dia de trabalho e encontrar seu cantinho cheio de paz, tranquilidade e harmonia. Se você quer ter um ambiente relaxante em casa, uma decoração zen é um ótimo começo. Além de dar um ar moderno e clean aos ambientes, com foco na simplicidade e nas linhas e formas da organização oriental, a decoração zen permite que você se movimente por toda a casa, sem obstáculos, e traz materiais mais naturais. Veja como valorizar seu espaço e não ter vontade de sair de casa.

Creatas Images/Creatas/Getty Images

Iluminação

O mais importante na decoração zen é a iluminação, pois é ela que transmite a sensação de suavidade, equilíbrio e tranquilidade. As janelas grandes são uma ótima indicação, pois permitem que a luz natural entre, criando um ambiente mais relaxante. Se na sua casa não é possível ter uma janela grande, a saída é partir para as luminárias. Você pode optar pelas luminárias orientais ou então pelas feitas com material natural, como é o caso das luminárias de bambu e de papel de arroz. As luminárias de papel arroz são um verdadeiro sucesso e trazem a marca da simplicidade da decoração zen.

ULTRA F/Photodisc/Getty Images

Cores

As cores da decoração zen são neutras, portanto aposte no branco, cinza, bege e no preto, porém este último nunca em excesso, apenas em detalhes para dar harmonia ao espaço. Estes tons ajudam a criar um clima aconchegante e inspirador. Se quiser dar mais vida aos ambientes, a cor terra traz um destaque positivo, e segue em linha com o estilo que busca o uso de materiais naturais. Essas cores podem abranger além dos objetos da decoração, os móveis, tapetes e até mesmo a própria parede ou piso. Uma opção é usar as cores em acessórios pontuais, como um adesivo floral em uma das paredes.

Jupiterimages/Creatas/Getty Images

Objetos

O uso de vasos de plantas feitos de madeira é característico do estilo zen, que busca elementos que transmitem bem-estar. Uma fonte ou aquário são bons exemplos, além das velas aromáticas, incensos ou difusores de aromas. Algo que dá bastante destaque ao ambiente são as almofadas nas cores neutras ou com estampas florais. Além delas, muitas pessoas focam em objetos de inspiração japonesa, vietnamita, marroquina, chinesa, indiana e indonésia, que são positivos para trazer paz e tranquilidade para a casa. Está em alta também o uso das lanternas decorativas, que dão uma maior sensação de relaxamento ao ambiente.

Goodshoot/Goodshoot/Getty Images

Móveis

Continuando a busca por eliminar o inútil e valorizar os espaços vazios, a ideia aqui é ter apenas os móveis essenciais, sem excessos, em consenso com a linha do viver mais leve e simples. A intenção é ter uma opção de consumo mais sustentável. Os móveis na decoração zen devem ter o foco nos materiais naturais, excluindo os que têm predominância de acrílico, plástico ou borracha. Procure por móveis que valorizem a madeira e os tecidos reciclados ou naturais. Um bom exemplo é substituir uma poltrona grande e pesada por uma rede ou poltrona de balanço suspensa.

ULTRA F/Digital Vision/Getty Images

Organização

Seguindo a linha oriental, a organização é fundamental na decoração zen. Por isso, é importante lembrar que se o ambiente estiver desorganizado, não será possível perceber a pureza das linhas e formas da decoração zen. Neste estilo não é permitido abarrotar todos os cantos com coisas fora do lugar. É indispensável sempre manter o espaço limpo e organizado, deixando a circulação livre e dando espaço para que os moradores se sintam em um oásis de harmonia e tranquilidade. Desorganização não combina com a busca de paz e relaxamento, que é a premissa do estilo zen.

Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

Feng Shui

Muitas pessoas utilizam os preceitos do Feng Shui para organizar os móveis e objetos do ambiente. Essa corrente também dissemina a ideia da boa iluminação dos cômodos e é contra o excesso de mobília. Segundo o Feng Shui, a sala é o espaço mais público de uma casa, por isso é recomendável não expor suas particularidades, como artigos religiosos, ideologias e símbolos. Para dar um clima aconchegante é possível organizar a disposição dos móveis e objetos em forma de U, para que a pessoa se sinta bem-vinda. Para o Feng Shui, devemos decorar a nossa casa com temas prósperos, como quadros de paisagens ou temas acadêmicos.

Creatas/Creatas/Getty Images

Jardim zen

O jardim zen, também conhecido como jardim japonês, é uma forma eficaz de meditação utilizada há mais de três mil anos. Ele pode ser feito basicamente com areia, algumas pedras, um retângulo de madeira e um ancinho. Um jardim zen pode ser utilizado em ambientes amplos ou em outros muito pequenos, como sua mesa de trabalho ou em um cantinho da sua casa, servindo também como um adorno. A ideia é contemplar o jardim zen nos momentos de stress e com o ancinho fazer círculos e ondas na areia. Esses desenhos representam a fluidez dos acontecimentos da vida e ajudam a acalmar a mente.

Goodshoot/Goodshoot/Getty Images

Plantas

As plantas são excelentes fontes de cor para a decoração, além de ajudar a purificar o ar da sua casa. O uso de bambu, cana e outras plantas ajuda a tornar o ambiente mais agradável, trazendo vida e energia. Uma saída bastante usada ultimamente são as plantas em imagens de quadros ou adesivos na parede. Essas são opções mais práticas para aqueles que não conseguem cuidar das plantas de maneira regular e disciplinada. Esses objetos estão em linha com o uso de elementos que remetem à natureza e às linhas diretas características da decoração zen.