on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Ideias e temas para um recital de piano

Atualizado em 17 abril, 2017

Programar um recital de piano é muito mais do que apenas transmitir o conhecimento da literatura desse instrumento. Pianistas têm programado recitais baseados em compositores, épocas, tipos de composições e regiões. Um evento agradável e memorável depende acima de tudo da qualidade da performance; além de que uma boa organização ajudará a evitar monotonia para você e o público.

Um recital de piano bem organizado contribui para o seu sucesso (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Compositores específicos

Alguns pianistas, como Alfred Bendel, por exemplo, especializaram-se em eventos voltados a um único compositor. Alguns deles têm organizado inclusive concertos devotos do trabalho de vida de determinados artistas. Ao reproduzir o trabalho de um compositor específico, é importante que as composições complementem-se e contrastem-se. Por exemplo, se o concerto for voltado a sonatas de Beethoven, inclua uma composição séria e uma mais leve, para haver contraste.

Loading...

Períodos históricos

Organizar um recital voltado a um período histórico envolve muita pesquisa e uma seleção cuidadosa das melodias. Ao selecionar as melodias de um período, certifique-se de que elas possuem humor e longevidade contrastantes. Em vez de programar concertos totalmente relacionados a um período geral, como barroco ou clássico, um pianista pode reproduzir composições dos últimos 20 anos, por exemplo.

Transcrições

Muitos compositores famosos fizeram transcrições de teclado de outras mídias. Algumas são literais, o que significa que foram fielmente adaptadas ao piano. Outras são paráfrases, ou seja, adaptações livres. Transcrições operáticas (relacionadas a óperas) têm sido bem populares, apesar de que transcrições do lied alemão (melodias artísticas) também foram bastante populares no século 19. Pianistas de concertos dificilmente dedicam recitais inteiramente a transcrições, entretanto muitos acabam incluindo ao menos uma. Algumas transcrições e paráfrases populares de pianistas conhecidos incluem rapsódias húngaras, de Franz Liszt e arranjos de óperas de Sigismond Thalberg.

Trabalhos únicos

Existem pouquíssimas composições nos repertórios de piano que se encaixam em recitais. Alguns exemplos são Variações Goldberg, de J.S Bach, ou as Variações Diabelli, de Beethoven. Frequentemente um pianista realizará um recital de duas composições grandes, como, por exemplo, uma sonata do período clássico junto de uma composta no século 20. Programar dois trabalhos de larga escala requer muita disposição física e mental e deveria ser realizado apenas por artistas com experiência.

Região

Recitais que contêm composições de um único país ou região podem ser emocionantes e informativos. A essência da literatura do piano consiste geralmente de compositores de herança da Europa central. Uma alternativa interessante consiste de músicas de um país não tão bem representado nessa literatura. Por exemplo, existem muitas melodias de piano interessantes na América Latina e na Asia. O público certamente gostará das composições diferentes e exóticas.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...