Como identificar o valor de uma boneca Barbie nua

Escrito por caroline adams | Traduzido por lucas calazans
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como identificar o valor de uma boneca Barbie nua
Boneca Barbie (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

A Barbie, da Mattel, foi apresentada em 1959 e deu origem a um negócio multibilionário de bonecas colecionáveis que, ainda hoje, fascina os colecionadores. Cada geração da boneca Barbie teve mudanças físicas para manter a aparência atualizada e nova. Pode ser difícil identificar o valor de uma boneca Barbie nua porque você não pode analisar pela roupa de que ano ou época ela é. É preciso familiarizar-se com detalhes mais sutis, como a cor do delineador e penteado, para fornecer informações sobre a idade e o valor da boneca.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Examine o corpo inteiro da boneca Barbie nua para ver alguma marcação do fabricante. Verifique a parte de trás da cabeça da boneca, a parte inferior dos pés e as nádegas. Na década de 1970, algumas bonecas Barbie tinham calcinhas com marcas do fabricante impressas.

  2. 2

    Observe a cor e o material usado para fazer o corpo da boneca. Os primeiros corpos produzidos foram feitos a partir de um vinil denso e sólido que tinha um tom de pele claro a médio. Verifique se os braços e as pernas ainda se movem. Barbies mais antigas não têm braços ou pernas com flexões no cotovelo ou no joelho.

  3. 3

    Examine a face. Verifique a cor do olho, delineador ou sombra colorida, bem como a cor do batom. A original de 1959 tinha íris brancas e delineador preto pintado na forma de "olho de gato" . As sobrancelhas eram de cor castanho escuro ou claro, se a boneca fosse loira. Todas as Barbies iniciais tinham batom vermelho escuro nas bocas fechadas. Elas tinham as orelhas furadas e usavam brincos pequenos, uma simples "pérola" em um pequeno pino, que foi inserido entre a orelha e a cabeça.

  4. 4

    Observe o cabelo da boneca em relação ao material e ao penteado. A Barbie original vinha com um rabo de cavalo e pequenas franjas enroladas feitas de um material de seda de raiom. A ponta do rabo de cavalo formava um emaranhado forte para desencorajar as meninas de tentar penteá-lo para fora. Em 1962, ela poderia ser comprada tanto com um rabo de cavalo, como com um cabelo curto e ondulado, "corte de bolha", feito de raiom. O penteado de Jackie Kennedy, na época, serviu de modelo para o corte de bolha da Barbie.

  5. 5

    Verifique a parte de baixo dos pés. A Barbie mais antiga tinha furos na parte de baixo dos pés, com o estilo de sapatos de salto alto que se encaixam em um suporte existente na boneca. O outro tipo de Barbie não tinha furos nos pés e veio com um suporte de fio preto para apoiá-la.

  6. 6

    Familiarize-se com as gerações conseguintes e adaptações da boneca Barbie. Como a primeira com cintura flexível em meados da década de 1960 e a mais glamourosa e mais colecionável era da Barbie,1965-1966, quando tinha um cabelo curto com franja reta.

  7. 7

    Avalie o estado geral da boneca. Verifique se há arranhões e cortes no corpo e no rosto, marcas de ferrugem nos brincos, nas orelhas ou qualquer dano no rosto.

Dicas & Advertências

  • O valor de qualquer boneca colecionável depende da condição da boneca e do valor de mercado atual. A Barbie tem mantido seu valor ao longo dos anos, tanto como brinquedo, quanto como um item de colecionador.
  • Há muitos clubes de colecionadores da boneca disponíveis para ajudá-lo a determinar a idade e o valor de sua boneca. Muitos vão fazer isso de graça.
  • Pense em participar de algumas exibições de boneca para tornar-se mais familiarizado com as várias versões da Barbie que estão disponíveis.
  • Sempre saiba o valor de sua boneca antes de considerar vendê-la a alguém, especialmente a um negociador. Muitas Barbies são anunciadas para venda. Use essas bonecas como um comparativo ao tentar determinar o valor da sua.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível