Mais
×

Como identificar uma carteira falsa da Burberry

Atualizado em 17 abril, 2017

A Burberry é uma empresa britânica fundada em 1856 por Thomas Burberry. A localização original da loja era em Hampshire, Inglaterra. Com o passar de alguns anos, o negócio começou a crescer, mais lojas da Burberry foram abertas e a marca começou a ter um estilo característico. Esta assinatura de estilo é o padrão xadrez da Burberry, geralmente observado nas carteiras da marca. Essas carteiras são de alta qualidade e feitas com materiais como lona de sarja, couro e nylon. Para identificar uma carteira falsa da Burberry, é preciso se tornar familiar com o design das carteiras autênticas da marca.

Instruções

Carteira (wallet image by musk from Fotolia.com)
  1. Familiarize-se com o design das carteiras da Burberry. Elas geralmente têm um padrão xadrez característico em cinza, branco e preto, ou preto, vermelho, branco e marrom. É possível encontrar exemplos desse padrão no site da Burberry ou em uma loja da marca.

  2. Leve em consideração onde comprou a carteira da Burberry. Vendedores de rua não são revendedores autorizados da marca, então, se você comprou uma na rua, é falsa. Compre carteiras autênticas em uma loja ou no site da Burberry.

  3. Confira as costuras na carteira. Se elas estiverem desiguais ou se o design for desigual, então terá identificado uma carteira falsa da Burberry.

  4. Veja o interior. Carteiras da Burberry tem interiores de alta qualidade e tipicamente usam lona ou cetim. Se o revestimento parecer grosseiro ou não estiver bem costurado, então a carteira é provavelmente falsa. O revestimento das carteiras da Burberry geralmente tem a logomarca. Caso contrário, é bem provável que seja falsa.

  5. Examine a logomarca da Burberry no exterior da carteira. As logomarcas autênticas têm o nome "Burberry" ou a frase "Burberry Established 1856". Uma logomarca falsa terá o nome "Burberry" soletrado incorretamente ou terá o ano incorreto da fundação.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article