Mais
×

Como identificar se um filé mignon está estragado?

Atualizado em 07 abril, 2017

Preparado corretamente, um filé mignon é incrivelmente delicioso. Ele é cortado da parte mais macia do animal e deve ter uma quantidade razoável de gordura intramuscular para contribuir com sua ótima textura. Entretanto, como qualquer carne, o filé mignon só é gostoso se estiver fresco. A carne estragada não é apenas desagradável de se olhar e sentir o cheiro, como também é perigosa para o consumo devido ao crescimento bacteriano. Determinar se um filé mignon está fresco o suficiente para comer não necessita de nenhum instrumento especial; seus olhos, mãos e nariz são suficientes para essa tarefa.

Instruções

O filé mignon é uma opção de jantar deliciosa (tenderloin image by sumos from Fotolia.com)
  1. Retire o filé mignon da embalagem, pois ela pode mascarar os sinais de apodrecimento, como cheiro e textura.

  2. Examine visualmente a carne, tendo o cuidado de olhar todas as partes. Se houver algum ponto descolorido ou mofado, o filé mignon não é seguro para consumo e deve ser descartado.

  3. Cheire o filé mignon, notando se há odor ruim ou nenhum cheiro, pois a carne fresca quase não possui. Se houver, lave-a debaixo da torneira de água fria e cheire-a novamente para garantir que o odor seja proveniente realmente da carne e não consequência da embalagem.

  4. Toque o filé mignon. Se houver algum ponto excessivamente mole ou duro, a carne pode estar estragada.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article