Como identificar uma pedra grande como âmbar

Escrito por jennifer williams Google | Traduzido por bianca amorim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como identificar uma pedra grande como âmbar
Âmbar (amber bead image by Eugene Tokarev from Fotolia.com)

O âmbar é uma resina endurecida amarelo-alaranjada do pinheiro. O âmbar genuíno vendido por joalheiros de renome geralmente tem milhões de anos. É um pouco difícil de distingui-lo de outra resina de árvores, como o copal, cujo valor é substancialmente menor do que o do âmbar, pois a maioria submetida a testes de carbono data em menos de 500 anos de idade. O âmbar também é por vezes difícil de distinguir de simulações artísticas, que são simplesmente epóxi amarelo-alaranjado ou plástico. No entanto, o verdadeiro âmbar tem as impressões digitais de sua origem e reage muito especificamente a determinadas situações de teste. Armado com este conhecimento, o comprador novato dessa resina estará protegido contra vendedores inescrupulosos, produtos inferiores ou imitações.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Álcool
  • Isqueiro
  • Agulha
  • Água salgada
  • Pano macio

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Examine o pedaço de âmbar a olho nu. O genuíno tem bolhas de ar aprisionadas no fundo da resina e, por vezes, gotas de água e pequenos insetos. O copal pode possuir alguns desses mesmos indicadores, mas, com o tempo, a superfície do copal apresenta uma matriz de pequenas fissuras. Plástico, se examinado de perto, mostra as marcas estriadas uniformes a partir do processo de fabricação sintético; quaisquer bolhas de ar ou insetos presos no plástico apresentam um padrão mais uniforme e previsível do que aqueles que ocorrem na natureza.

  2. 2

    Coloque uma gota de álcool na superfície da peça de âmbar. Toque no mesmo lugar na pedra e observe se a superfície permanece lisa, indicando âmbar genuíno, ou se torna-se pegajosa, indicando copal.

  3. 3

    Aplique uma pequena chama na superfície da peça de âmbar e aspire o ar. Após o âmbar ser aquecido por apenas alguns segundos, ele libera um odor de fumaça. O aroma do copal quando aquecido é um pouco doce. Já o plástico, quando aquecido, frequentemente libera odores tóxicos.

  4. 4

    Aqueça uma agulha em chama e tente inseri-la na peça de âmbar. Note se a agulha passará facilmente na peça, indicando copal; se a pedra resistir ao aquecimento e fusão, indicará âmbar genuíno, ou se a peça queimar e escurecer, indicará plástico.

  5. 5

    Diferencie âmbar ou copal do plástico mais artisticamente trabalhado, deixando amostras em água salgada. Tanto âmbar quanto copal flutuam devido a uma baixa gravidade específica. O plástico afunda.

  6. 6

    Mantenha as amostras sob uma luz ultravioleta de curto alcance e observe se o pedaço de âmbar muda de cor. Nem o copal nem o plástico apresentam mudança de cor muito drástica, enquanto o âmbar genuíno parece azul.

  7. 7

    Lustre a superfície da peça de âmbar rapidamente durante cerca de 15 segundos. O âmbar genuíno se carrega com eletricidade estática e atrai pequenos pedaços de papel. Nem copal nem plástico apresentam essa característica.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível