Como identificar as picadas de ácaro

Escrito por whitney arana | Traduzido por rafaela pereira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como identificar as picadas de ácaro
Como identificar as picadas de ácaro (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Relacionado com carrapatos, os ácaros são um grupo extremamente bem sucedido de insetos invertebrados. O sucesso é em parte devido ao seu tamanho microscópico e também a sua capacidade para crescer em uma grande variedade de habitats. A maioria vive em animais, incluindo mamíferos, aves e outros insetos. Ácaros raramente transmitem doença diretamente, mas, porque muitas vezes causam coceira intensa, suas mordidas podem servir como pontos de entrada para infecção. Além dos efeitos das picadas, os ácaros podem provocar alergias que afetam as vias respiratórias, como asma, ou a pele, como o eczema. Diferentes tipos de ácaros têm efeitos distintos em humanos -- efeitos que muitas vezes se assemelham a outras doenças, como a dermatite de contato ou a simples picadas de mosquito.

Outras pessoas estão lendo

Ácaros filhotes

Em suas fases tardias da vida, os ácaros só afetam insetos. No entanto, em sua fase larval eles picam seres humanos ou outros mamíferos. Larvas do ácaro da colheita são chamadas de "bernes". Apesar de ser provavelmente o ácaro que mais comumente afeta os seres humanos, a mordida do berne é indolor. Os efeitos são notados apenas mais tarde. Depois que a criatura microscópica termina de se alimentar, ela cai do hospedeiro e deixa em seu rastro um inchaço vermelho com um vergão branco. Este vergão causa uma coceira intensa que não é dolorosa durante o coçar. Cuidado, porém, porque isso pode levar ao excesso de arranhões e uma eventual ferida pode permitir que novas infecções apareçam. Vergões geralmente têm um início tardio, o que significa que eles não formam imediatamente após a exposição, e podem ser acompanhados por uma rápida febre.

Ácaros da sarna

Ácaros da sarna encaixam em vários grupos, em que cada um prefere uma espécie distinta para se alimentar. Alguns escolhem humanos para servir como hospedeiros. Eles vivem suas vidas inteiras (cerca de duas semanas) em seu hospedeiro, que pode não notá-los por até um mês, dependendo da exposição anterior. Ácaros da sarna penetram a pele, onde botam seus ovos. As causas de desconforto tendem a ser intensas durante a noite, então os pacientes às vezes sofrem com a falta de sono. A vermelhidão e coceira são os primeiros sinais mas isto pode tornar-se uma erupção cutânea que inclui pequenos vergões na base dos pelos. Eles podem desenvolver-se por todo o corpo, incluindo as coxas, panturrilhas, axilas e punhos.

Ácaro da poeira

Ácaros da poeira na verdade não mordem os seres humanos mas têm efeitos perturbadores. Eles geralmente se alimentam de escamas de pele e por isso vivem em lugares como móveis estofados e colchões. Eles e suas fezes podem ser transportados pelo ar, provocando reações alérgicas em humanos. Essas reações incluem efeitos respiratórios, como asma, e sintomas dermatológicos, na maioria das vezes, uma erupção cutânea vermelha. Os ácaros de poeira vivem melhor em ambientes úmidos, por isso baixa umidade em casa pode mantê-los longe.

Ácaros de coceira

Os ácaros de coceira geralmente preferem insetos a seres humanos, mas as pessoas que estão em contato frequente com feno, capim e sementes podem ser mordidas. A mordida em si não é sentida, mas causará mais tarde (depois de 12 horas) um pequeno inchaço avermelhado com uma elevação semelhante a uma espinha no meio. Picadas de ácaros de coceira são particularmente dolorosas quando coçadas. Eles costumam morder áreas não protegidas, como rosto e braços. Para a maior parte, os seres humanos são relativamente seguros de ácaros da coceira, mas com um crescimento da população de ácaros, estes vão se hospedar onde puderem. Eles não podem, no entanto, viver na pele dos seres humanos, muito menos podem sobreviver dentro de casa, e por isso não são uma grande ameaça.

Ácaros de roedores e pássaros

Como o nome sugere, ácaros de roedores e pássaros preferem roedores (camundongos ou ratos, dependendo do tipo específico) e aves (incluindo galinhas e pombos) a pessoas. No entanto, se estes ácaros se encontram sem um hospedeiro, eles estão dispostos a morder os seres humanos. Ácaros de roedores e pássaros são sugadores de sangue e deixam uma inflamação avermelhada ao redor da mordida. Tal como acontece com outras reações a ácaro, a coceira intensa geralmente acompanha a exposição.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível