×
Loading ...

As igrejas mais famosas do mundo

Jupiterimages/Pixland/Getty Images

Introdução

O surgimento do Cristianismo, há quase 2 mil anos, foi o ponto de partida para a criação de igrejas, capelas e catedrais para o culto à esta religião. Em várias partes do mundo, sobretudo na Europa, foram surgindo templos gigantescos, com belíssimos ornamentos em ouro, metais ou mármore, reproduzindo passagens da vida de Jesus, os apóstolos ou de santos. Outros se destacaram pelas grandes dimensões ou mesmo por aspectos inusitados. De qualquer forma, atraem milhões de pessoas todos os anos, em busca de aproximação com Deus ou simplesmente para conhecer suas belezas e particularidades. Confira 10 das mais impressionantes construções cristãs.

Tom Brakefield/Stockbyte/Getty Images

Basílica de São Pedro

Por séculos o maior templo da cristandade, a Basílica de São Pedro é o coração da cidade-estado do Vaticano, onde vive o chefe máximo do catolicismo. Gigantesco, possui uma área de 23 mil metros quadrados e tem capacidade para receber mais de 60 mil pessoas. O atual prédio foi construído entre os séculos XVI e XVIII, substituindo a antiga construção do século IV d.C. Um grande número de arquitetos e artistas renomados trabalharam para erguê-la, como Michelangelo, Bernini e Bramante. Tesouros de grande valor histórico e religioso estão no interior desta gigantesca igreja, como a Pietá. Há ainda a cripta onde estão sepultados inúmeros papas, incluindo São Pedro, o primeiro deles.

Érica França/ Ehow

Igreja Santíssima Trindade

Em maio de 1917, três pequenos pastores voltavam para casa, quando foram contemplados com uma visão de Nossa Senhora, que lhes fez três grandes revelações sobre o futuro. O fato ocorreu na região de Fátima, em Portugal. No mesmo local foi erigido um dos mais importantes templos cristãos do mundo. Em 2007, foi inaugurada a Igreja da Santíssima Trindade, elevada a Basílica em 2012. Com decoração inspirada na arte bizantina, tem capacidade para receber mais de 8 mil pessoas sentadas. As dimensões são 125 metros de diâmetro e 15 metros de altura. Ele tem o formato de um teatro, com o altar localizado ao centro, enquanto os fiéis sentam-se em uma área mais elevada.

Getty Images

Basílica de Nossa Senhora Aparecida

Maior construção cristã das Américas, a Basílica de Nossa Senhora está localizada na cidade de Aparecida, no interior de São Paulo. Teve sua construção iniciada em 1952 e foi totalmente concluída em 1980. Trata-se de uma gigantesca igreja, em forma de cruz grega, e seu interior tem capacidade para receber até 45 mil pessoas. Sua principal torre possui 100 metros de altura, com um mirante do qual é possível chegar por meio de um elevador. A área coberta compreende 18 mil metros quadrados. Símbolo da religiosidade na maior nação católica do mundo, recebe anualmente mais de 10 milhões de romeiros.

Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images

Catedral de Milão

Mais famosa e impressionante construção em estilo gótico da Europa, a Catedral de Milão é superlativa em todos os sentidos. Com 157 m de comprimento e 109 m de largura, suas cinco naves chegam a 45 metros de altura e são divididas por 40 pilares. Como convêm a muitas das gigantescas obras da Idade Média, levou séculos para ser concluída. Os trabalhos começaram em 1386, mas terminaram completamente apenas em 1813. A impressionante fachada é repleta de detalhes em bronze e mais de 100 torres pontiagudas, que conferem um ar austero e imponente ao templo. Seu interior, no entanto, é ainda mais belo, com seu vitrais, colunas e pórticos. De arrepiar!

John Foxx/Stockbyte/Getty Images

Catedral de Notre Dame

Conta-se que no final da Segunda Guerra Mundial, quando as tropas nazistas deixaram Paris, um oficial alemão ficou incumbido de explodir a Catedral de Notre Damme. Pouco antes de partir, no entanto, ele se sensibilizou com a sua beleza e a poupou. Essa história, verídica ou não, resume o que é contemplar um dos mais belos templos cristãos do mundo. Outra das importantes construções góticas europeias, teve sua construção iniciada em 1163 e concluída em meados do século XIV. Está situada em uma pequena ilha, às margens do Rio Sena. Construída em forma de cruz romana, este formato pode ser melhor percebido no interior do edifício, de onde se contemplam seus contornos sobre a nave central.

David Ramos/Getty Images News/Getty Images

Igreja da Sagrada Família

Poucas igrejas possuem um estilo tão particular, belo e intrigante quanto o Templo Expiatório da Sagrada Família, em Barcelona. Desenhado por Antoni Gaudí, o templo traz o principal traço das obras deste famoso arquiteto catalão: a fusão de um estilo neogótico com formas inusitadas. Vide as enormes torres, concebidas para parecerem ainda mais imponentes. As obras tiveram início em 1822, foram interrompidas durante a Guerra Civil Espanhola (1936-1939) e ainda não estão concluídas. Seu interior conta com dezenas de colunas arborescentes inclinadas. A obra realizada pelo seu criador original foi declarada Patrimônio Mundial pela Unesco. A beleza indescritível de sua nave e corredores atesta o título concedido.

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Catedral de São Basílio

Uma das mais surpreendentes e belas igrejas do cristianismo ortodoxo, a Catedral de São Basílio está localizada na Praça Vermelha, no coração de Moscou. Ao contrário de outros templos do mesmo porte, foi construído apenas em alguns anos, de 1555 a 1561, por ordem do Czar Ivan IV, o Terrível. Seu projeto contempla um grupo de capelas menores, cada uma com um domo arredondado, com pinturas diferentes uma das outras. Ao centro, está situada a grande torre, ainda mais imponente. O túmulo do santo que lhe dá o nome está localizado na décima cúpula, construída 1588, a mando de Fiodor I. A variadade de cores e desenhos a torna única.

Schmouel

Ossuário de Sedlec

O interior sui generis desta igreja a coloca entre as mais impressionantes construções do mundo. O Ossuário de Sedlec está localizado a 80 quilômetros de Praga, capital da República Checa. É decorado por 40 mil esqueletos de vítimas da peste negra, que assolou a Europa na Idade Média. O prédio foi construído no século 15, no meio de um cemitério de um bairro afastado. Em 1870, coube ao xilógrafo František Rint organizar todos os ossos. E fez-se a decoração macabra do local. Há um candelabro contendo todos os ossos do corpo humano, exatamente no centro da nave, além de outras obras. É preciso estômago para encarar impassível a uma visita.

Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images

Duomo de Florença

Em meio às antigas e belíssimas construções de Florença, a joia renascentista do interior da Itália, destaca-se a Basílica di Santa Maria del Fiore. Mais conhecida como Duomo, pode ser vista a grande distância, graças à gigantesca cúpula, concebida pelo genial Brunelleschi. Outro setor que chama a atenção de todos é o campanário, criado pelo renomado Giotto. As obras começaram em 1296 e seguiram até o século XIX. Por isso, reúne uma série de estilos arquitetônicos. Mas foram as técnicas do Renascimento que se sobrepuseram às demais. O interior possui belíssimas obras de arte, como as esculturas e afrescos de mestres como Giorgio Vasari, Andrea del Castagno, Paolo Uccello e Federico Zuccari.

Dan Kitwood/Getty Images Entertainment/Getty Images

Basílica de São Marcos

A Basílica de São Marcos é um dos pontos centrais da bela e romântica cidade de Veneza, na Itália. Localizada na praça de mesmo nome, teve sua construção iniciada em 1063, substituindo a pequena igreja que ali havia. Levou mais de 500 anos para ser concluída. A planta foi concebida em formato de cruz grega, com seis naves, sendo três longitudinais e as outras transversais. Belíssimos trabalhos em metais, afrescos e relevos em bronze ornam a fachada e o interior deste espetacular templo. Os púlpitos de mármore, criados pelos irmãos Massegne em 1394, estão entre os pontos altos para quem visita o local.